Ninho dos periquitos ainda ferve, mas ‘professor’ não é o único culpado

Fernando Prass fechou o gol na suada vitória palmeirense sobre o Rosario

Apesar da primeira vitória na mansão Allianz Parque nesta temporada e da liderança no grupo 2 da Libertadores, o ‘professor’ Marcelo Oliveira continua muito contestado no ninho dos periquitos em revista.

Nas redes sociais, a maioria das mensagens da torcida detonava o trabalho do treinador depois da suada vitória sobre os hermanos do Rosario Central, por 2 a 0.

Após um bom primeiro tempo, o time desandou no segundo, ficou mais perdido que a Glória Pires na entrega do Oscar.

Tanto que, ao final do embate, os números denunciavam o tremendo sufoco que a equipe havia passado: muitos chutões e apenas 35% de posse de bola, 183 passes contra 466 dos argentinos e 10 finalizações, seis a menos que o Rosario (jogou sem seis titulares). Sem contar que Fernando Prass pegou até pensamento.

Certamente Marcelo Oliveira tem culpa no cartório da bola verde, mas não pode ser apontado como único responsável. Também os jogadores devem ser incluídos na balança do desespero da segunda partida pelo torneio continental.

Com a sinceridade que o caracteriza, o meia Robinho azedou o macarrão do time: Marcelo Oliveira cansou de gritar para a equipe procurar o ataque na etapa final, mas os jogadores preferiram recuar.

‘Quando a gente fez 1 a 0, resolvemos segurar o resultado, pois precisávamos da vitória. Foi complicado, levamos o maior sufoco, os caras vieram para cima e, mais uma vez, o Prass segurou tudo’, confessou Robinho, depois do confronto. ‘Hoje só importava ganhar e mostrar que o Palmeiras está vivo na Libertadores’, completou Cristaldo, que marcou o 18º gol com a camisa do Palmeiras.

Ou seja, o maestro pediu, porém a orquestra desafinou. Falta de comando? Talvez. No entanto, já passou da hora de a corda estourar sempre do lado do ‘professor’.

É muito fácil tirar o corpo fora e deixar a banda do RH passar, com o seguro-desemprego à espera do autógrafo do ‘mestre’.

A boleirada também precisa ser cobrada, justificar o ótimo café no bule que fatura para a xepa. Boa parte dela, aliás, foi contratada pelo gerente remunerado Alexandre Mattos sem o aval do treinador. Porca miséria, San Gennaro!
                                                         ############
Zé Corneta. A turma chapa branca da mídia já vestiu a camisa olímpica do COB (caixinha, obrigado Brasil) e das autoridades (‘Somos todos Brasil’).

Pica-Pau. Na tentativa de justificar o injustificável, a convocação de Kaká, a mídia caolha atribui a opção do ‘professor’ Dunga à experiência do meia, que pode ser muito importante nos bastidores. Nada contra, ao contrário. Mas por que, então, não chamar ‘vovô’ palmeirense Zé Roberto? Tem nove anos a mais de janela.  E é especialista em motivação: ‘Au, au, au, Dunga é animal’.

Pitaco do Chucky. Se não for 1 a 0, não é o Corinthians de Tite.

Bem, amiguinhos. O camaronês Joel acredita ter mandado para o espaço a zica que o perseguia ao marcar os dois primeiros gols pelo Peixe. Havia sete meses que ele não corria para o abraço. Em 24 jogos pela Raposa, Joel assinalou apenas três, dois pelo Mineirinho e um pelo Brasileirão. Seu último gol acontecera na 13ª rodada do Nacional, em 12 de julho. Em 2014, ano em que se destacou por Londrina e Coxa, fez 14 em 32 jogos.

Sugismundo Freud. Quanto mais carência, mais fotos no Instagram.

Bem, diabinhos. Dos clubes da elite do Brasileirão, o soberano Tricolor festeja o penúltimo lugar como ataque mais devastador da temporada: 12 gols em 10 jogos, com a média de 1,2 por embate. O Figueira carrega a lanterna: oito gols em 10 confrontos, média de 0,8. 

Dona Fifi. Santistas com mais combustível para o clássico contra o Corinthians: Peixe pagou direitos de imagem e premiação atrasados.

Sombra e água fresca. Fluminense esquece mestre Cuca e acerta com Levir Culpi. O Tricolor bem que tentou a contratação de Cuca, mas o ‘professor’ optou por ficar no bem-bom até abril. Explica-se: se voltasse agora ao batente, iria perder R$ 5 milhões (dois meses que ainda tem para receber do Shandong Luneng, da China). O mandachuva e raios do clube carioca, Peter Siemsen, chegou a pensar em esperar por Cuca, mas desistiu da ideia e fechou com Levir Culpi, sem clube desde que deixou o Galo no fim do ano passado. Culpi receberá R$ 350 mil por mês, R$ 200 mil a mais que Eduardo Baptista. 

Caiu na rede (by ‘Olé do Brasil’). Até Leonardo DiCaprio tem Mundial (Oscar) e o Palmeiras não. 

Gilete press. Do Galinho Zico, no Facebook: “Clubes, atletas, treinadores, árbitros, bandeirinhas e sócios-torcedores deveriam participar das votações na CBF. Por que não? Quem participa das competições organizadas por uma entidade deve ter o poder de voto. A única forma de mudar o atual modelo 7 a 1 do futebol brasileiros é com choque de democracia. O sistema de federações mandando no futebol brasileiro já era. A CBF submissa aos interesses mesquinhos das federações é um entrave ao desenvolvimento do futebol no Brasil. Hoje completo 63 anos e, se me fosse permitido pedir um presente, pediria DIRETAS JÁ na CBF e o término das federações estaduais!” #xocartolagem! 

Twitface. Sem perder há 35 jogos, o Barcelona está a oito embates do recorde de invencibilidade da Juventus (43 partidas em 2011/12), entre as cinco principais ligas da Europa. 

Tititi d’Aline. A atriz Cléo Pires abriu o jogo numa entrevista à rádio ‘FM O Dia’: considera Romário muito sexy e já se imaginou num baticundum com o ex-jogador. Ao saber das revelações da atriz, o senador pitbull estufou o peito, retribuiu os elogios (‘ela é linda, maravilhosa, como atriz e pessoa’) e mandou um recado: também está solteiro, como Cléo Pires. ‘No meu time ela é mais que titular, é camisa 11’. Só no sapatinho. 

Você sabia que… já foram realizados 408 Grenais, com 154 vitórias do Saci colorado, 127 do Grêmio e 127 empates?

Bola de ouro. Di Stefano. O eterno ídolo argentino foi apontado pelo jornal francês ‘L’Equipe’ como o melhor jogador da história da Champions, antes chamada de Copa da Europa. Ele defendeu o Real Madrid. O espanhol Gento, também do Real, ficou em segundo. O italiano Paolo Maldini (Milan) fechou o pódio. 

Bola de latão. Morumbi. Não deve mais abrir as portas para o clássico São Paulo x Palmeiras, no dia 13. Reformado no início do ano, o gramado dançou no show dos Rolling Stones. O estádio ficará fechado por mais tempo. O jogo deve ser no Pacaembu.

Bola de lixo. Furacão. Demitiu o ‘professor’ Cristóvão Borges depois de nove vitórias, sete empates e quatro derrotas (56% de aproveitamento). Em um ano e dois meses, o clube paranaense já teve quatro treinadores: Claudinei Oliveira, Enderson Moreira, Milton Mendes e Cristóvão Borges.

Bola sete. “A qualidade do futebol brasileiro está muito baixa. Tirando o Neymar, é tudo japonês. Você chamar um cara de 36 anos para a seleção [Ricardo Oliveira] diz tudo. Pior: é o melhor que temos” (do diabo loiro Paulo Nunes, ao ‘Globo.com’ – é vero). 

Dúvida pertinente. Sexta-feira de cinzas: PT saudações? 

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

 

Anúncios

Fernando Prass fecha o gol, Palmeiras derruba hermanos e ganha um pouco de paz

Cristaldo abriu o caminho para a vitória do Palmeiras sobre o Rosario

O ‘professor’ Marcelo Oliveira ganhou sobrevida no ninho dos periquitos em revista. Com gols de Cristaldo e Allione, o Palmeiras derrotou o Rosario Central na mansão Allianz Parque (36.100 pagantes) e assumiu a liderança do grupo 2 da Libertadores, com quatro pontos. Os uruguaios River Plate e Nacional têm dois pontos cada, e o Rosario é o lanterna, com um.

A grande estrela da noite foi o goleiro Fernando Prass. Ele fechou o gol, principalmente no segundo tempo, quando pegou até pênalti. Um paredão! Lembrou os ótimos momentos do inesquecível ‘são Marcos’.

Mesmo errando muitos passes no início da partida, o Palmeiras conseguiu se impor e mostrar muito mais serviço que os hermanos, mais preocupados em valorizar o toque de bola, apesar do campo encharcado.

Aos 7 minutos, a trave evitou o gol palmeirense, em arremate de Dudu. O atacante recebeu de Cristaldo, deixou a zaga na saudade e tocou no canto esquerdo de Sosa, mas a bola bateu no poste e saiu pela linha de fundo.

Pressionado, o Rosario Central tentou abafar a disposição dos periquitos em revista com troca de passes. Não conseguiu.

Aos 24, a casa caiu: Dudu deu ótimo passe para Gabriel Jesus, que caiu após uma dividida com um zagueiro. Cristaldo aproveitou um vacilo de Salazar e roubou a bola. Na base da raça, escapou do goleiro, de um defensor e fez 1 a 0. Justiça à equipe que mais procurou a vitória e mandou no meio de campo.

O Rosario Central voltou para o segundo tempo com um velho conhecido da torcida brasileira: o atacante Herrera, 32 anos, ex-Corinthians, Botafogo, Grêmio e Vasco, no lugar do zagueiro Burgos, o mais fraco da peça defensiva.

A equipe partiu em busca da igualdade e acuou o Palmeiras, que manteve apenas Cristaldo no ataque, a fim de explorar o contragolpe. Aos 11, Fernando Prass evitou a festa dos gringos.

Quatro minutos depois, operou mais um milagre: defendeu um pênalti cobrado por Ruben. A torcida acordou nas arquibancadas e passou a gritar ‘Palmeeeeeiras, Palmeeeeeiras… ‘ Não adiantou.

O time argentino seguiu pressionando e levando muito perigo a Fernando Prass. O velho Palmeiras em campo: depois de um bom primeiro tempo, um lamentável tico-tico sem fubá na etapa final.

Mesmo assim, chegou ao segundo gol: aos 48, Rafael Marques lançou Allione, que empurrou para as redes. Vitória garantida após um tremendo sufoco. E o ‘professor’ Marcelo Oliveira terá um pouco de paz – até segunda ordem.

                               ############

Anões 1. O ‘professor’ Dunga soltou a lista de convocados para os jogos contra o Uruguai e o Paraguai, pelas eliminatórias da Copa de 2018. Manteve os ex-corintianos Gil e Renato Augusto, mas advertiu que serão muito mais cobrados porque se transferiram para o futebol chinês, um mercado de segunda categoria no planeta bola. Mais uma vez, o chefe dos anões da amarelinha desbotada ignorou o goleiro botafoguense Jefferson e o zagueiro Thiago Silva, que ainda paga castigo pelo chororô no Mundial de 2014 – inexplicavelmente, já que é muito melhor do que marqueteiro David Luiz e o eterno reserva do PSG Marquinhos.

Pitaco do Chucky. Se futebol é momento, por que o paredão palmeirense Fernando Prass não é convocado?

Anões 2. Mais dois gols contra de Dunga: Kaká, do Orlando, e Ricardo Oliveira, do Peixe. Nos últimos tempos, o meia apareceu mais como garoto-propaganda do futebol americano. Kaká não disputa uma partida oficial desde outubro de 2015, porque seu time ficou fora das finais da MLS. Já o centroavante Ricardo Oliveira vive inferno astral no aquário da Vila Belmiro – Jonas, do Benfica, merecia muito mais uma boquinha entre os anões. A equipe brasileira enfrentará os uruguaios no dia 25, em Recife, e os paraguaios, quatro dias depois, em Assunção. O time acumula sete pontos em quatro jogos e ocupa a terceira posição, cinco pontos atrás do líder Equador.

Sugismundo Freud. Os ignorantes acham que sabem tudo e se privam do prazer de aprender. 

Zapping. Corinthians x Santa Fé, pela Libertadores, cravou o maior índice de audiência do futebol da plim-plim na grande Pauliceia dominada pela bandidagem, nesta temporada: 26 pontos, com 41% de share (TVs ligadas). No fim de semana, Palmeiras x Ferroviária, pelo Paulistinha, registrou a média de 16 pontos, seis a menos que São Bento x Corinthians, na quarta. Cada ponto em SP equivale a 67 mil domicílios sintonizados.

Zé Corneta. Ataque do Corinthians anda mais parado que manequim de loja de shopping. 

Bem, amiguinhos. O Flamengo aproveitou o aniversário de 103 anos de Fernandinho, seu primeiro goleiro profissional, para dar uma alfinetada nos coirmãos Fluminense, Botafogo e Vasco. Ao desejar parabéns, o Urubu sapecou no Instagram: ‘Fernandinho faz hoje 103 anos de vida – e nunca viu o Mengão cair.’ Tricolores, botafoguenses e vascaínos já mergulharam no caldeirão do diabo.

Dona Fifi. Fluminense vai até Friburgo, bate o time da casa e volta com a burra cheia: R$ 10.665, graças ao estupendo público de 3.824 pagantes.

Bem, diabinhos. Acredite se quiser: dois integrantes da principal ‘torcida organizada’ do Corinthians foram atacados com barras de ferro por uma horda num estacionamento de supermercado. Detalhe: eles haviam saído de uma reunião com… o promotor Paulo Castilho, no Fórum da Criminal da Barra Funda. Também participaram do encontro com Castilho alguns anjinhos organizados pelo diabo travestidos de são-paulinos e palmeirenses. Havia mais de um ano que o promotor não conversava com os vândalos. Os agredidos foram parar no hospital, mas não registraram B.O. 

Caiu na rede. Gaúchos privilegiados: show dos Rolling Stones e baile do Grêmio.

Gilete press. De Luiz Zini Pires, no ‘Zero Hora’: “A goleada do Grêmio enterrou a derrota para o Toluca, no México, no mês passado. Com um pouco mais de intensidade, os 4 a 0 poderiam ter pulado para 6 a 0. Ninguém saiu triste da Arena. Nem quem perdeu o show da maior banda de rock do planeta [Rolling Stones, no Beira-Rio]. Nem só de hits vive o torcedor. Gritos de gol também fazem bem.” No alvo.

Tititi d’Aline. O imperador Adriano já começou a se despedir dos amigos. No início da semana, o samba correu solto na mansão do atacante, no Recreio. O churrasco rolou até as 22 horas. Depois, um jantar apenas com os mais chegados, regado a vinho italiano (R$ 1,5 mil a garrafa). A tiracolo, uma tremenda morena. E como a noite é uma criança, um pulo até a boate Pink Elephante, para soltar a voz com um grupo de pagode. Adriano deve se apresentar ao Miami United, nos EUA, na próxima quinta. O Miami pertence à NPSL, a quarta divisão americana. O imperador, 34 anos, está sem jogar desde a eliminação do Furacão da Libertadores de 2014, em abril. Adriano fez um acordo para comprar 50% do clube.

Você sabia que… a amarelinha desbotada continua em sexto lugar no ranking da mamãe Fifa, atrás de Bélgica, Argentina, Espanha, Alemanha e Chile?

Bola de ouro. Barcelona. A máquina catalã completou 35 jogos sem derrota ao massacrar o Rayo Vallecano (5 a 1). É a maior série invicta de uma equipe espanhola na história. O Barça lidera o campeonato com 69 pontos, oito a mais que o Atlético de Madrid. O tridente MSN chegou a 62 gols – 25 de Suarez, 19 de Messi e 18 de Neymar.

Bola de latão. Peixe. Deve dois meses de direitos de imagem e premiações aos jogadores. Clube prometeu colocar a casa em ordem antes do clássico contra o Corinthians.

Bola de lixo. Coronel Nunes. Uma aparição histórica como tapa buraco no comando do Circo Brasileiro de Futebol: entrou mudo e saiu calado na convocação da amarelinha desbotada. Questionado sobre a CPI do Futebol, o ínclito cartola se recusou a responder, lembrando os bons tempos do licenciado imperador ostentação Del Nero. 

Bola sete. “Amar é não ter a vergonha de ser feliz… seja como for, o que for, onde quer que seja, mas com você @joanasanz e os cachorros” (do poeta e lateral Daniel Alves, do Barcelona, apaixonado pela modelo espanhola Joana Sanz).

Dúvida pertinente. O pragmático Corinthians do ‘professor’ Tite terá vida longa na Libertadores? 

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

 

Guilherme garante 100% ao Corinthians na Libertadores; Grêmio deixa LDU de quatro

Guilherme marcou o gol da vitória corintiana sobre o Santa Fé

Os ingredientes para um banquete de primeira eram dos melhores: 38.818 fiéis nas arquibancadas do Itaquerão, minha casa minha vida; aproveitamento de 70% contra os colombianos (seis vitórias, três empates e uma derrota/Toliminado); e um convidado que nunca havia degustado a cereja do bolo na pátria das chuteiras furadas.

O fermento deu liga, mas não foi fácil. O Corinthians sofreu para derrotar o Santa Fé, da Colômbia, por 1 a 0, gol de Guilherme.

Com o triunfo, a equipe chegou a seis pontos no grupo 8, da Libertadores, e segue com 100% de aproveitamento. O Cerro Porteño ocupa a segunda posição, com quatro pontos, três à frente do Santa Fé. O Cobresal é o lanterna, com zero.

O Corinthians procurou pressionar desde o início da partida, mas encontrou um adversário muito bem armado e tentando explorar o contra-ataque.

A equipe brasileira teve mais posse de bola (54% a 46%), porém errou muitos passes (20) e insistiu demais em jogadas pelo meio, facilitando o trabalho dos colombianos.

O melhor momento do Corinthians aconteceu aos 23 minutos. Após falha de Tesillo, Giovanni Augusto partiu em direção ao gol, tentou a cavadinha por cima do goleiro Zapata e Balanta apareceu para evitar o pior. Aos poucos, o Santa Fé foi crescendo e, aos 37, Cássio fez grande defesa, em chute de fora da área de Gomez, que desviou em Felipe.

A equipe colombiana voltou melhor no segundo tempo. Adiantou a marcação e complicou a vida dos corintianos, que passaram a cometer inúmeras falhas na saída de bola. A Fiel já dava sinais de apreensão quando veio o alívio, aos 19 minutos: Fagner, o melhor do time, tocou para Rodriguinho dentro da área. O meio-campista cruzou e Guilherme, de cabeça, só concluiu de cabeça.

Em vantagem, o Corinthians procurou atrair o adversário a fim de surpreendê-lo no contragolpe. Teve chance, pois o Santa Fé se abriu em busca do empate. No entanto, a equipe do ‘professor’ Tite falhou no arranque, na velocidade.

Nos últimos minutos, bola pro mato que o jogo é do campeonato. De grão em grão (1 a 0 contra o Cobresal e Santa Fé), o Corinthians vai aumentando a gordura no grupo 8, solidificando o caminho para o mata-mata.

Em Porto Alegre, na Arena do Grêmio (37.702 torcedores), o imortal gaúcho matou a LDU, do Equador: 4 a 0, com direito a ‘olé’ e ótima atuação do estreante Bolaños, que marcou um dos gols. Os outros foram de Maicon, Henrique Almeida e Everton.

Principal contratação para a temporada, Bolaños comandou o Tricolor gaúcho. Deu passes precisos e incendiou o ataque gremista. Já conquistou a torcida.

O Grêmio faturou os três primeiros pontos no grupo 6, liderado pelo Toluca, com quatro. A LDU também tem três, e o San Lorenzo, 1.

                                       ############

Sugismundo Freud. Os EUA são um país tão desenvolvido que até mendigo fala inglês.

Bem, amiguinhos. Alô você, palmeirense. Esqueça que o time ainda não venceu na mansão Allianz Parque nesta temporada. É muito melhor recorrer à memória e recordar que os periquitos em revista nunca perderam para os hermanos como mandante na Libertadores. A equipe disputou nove jogos e colecionou seis vitórias e três empates. O último embate foi justamente contra o Rosario Central, adversário desta quinta: ‘oxo’, em 15 de março de 2006. Don’t cry for me, Argentina. Avanti, San Gennaro!

Pitaco do Chucky. Palmeiras/2016: torcida que canta e vibra… e vaia.

Bem, diabinhos. Principal reforço do soberano São Paulo para o primeiro semestre, o hermano Calleri levou a torcida à loucura, com três gols nos dois primeiros jogos. Ganhou a posição com uma chuteira nas costas. Depois da festa, a tubaína sem gelo e a pipoca amanhecida: completou sete jogos sem correr para o abraço na vitória sobre o lanterna Mogi. Soltou o grito de gol pela última vez contra o Água Santa, em 6 de fevereiro, pelo Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago. Em julho, Calleri se manda para a Inter de Milão.

Zé Corneta. ‘Professor’ Deivid quer a Raposa jogando por música. A torcida e a cartolagem também. Ou seja, a banda desafinada deve ganhar um novo maestro.

Blindagem. O Flamengo e o empresário do atleta, Pablo Miranda, decidiram desligar os holofotes sobre o atacante Marcelo Cirino. Titular com ‘Muriçoca’ Ramalho, ele desandou a fazer gols no Carioquinha e tem sido muito requisitado para entrevistas. Clube e agente temem que o jogador perca o foco e fique deslumbrado. Em 2015, Cirino chegou a ser afastado do elenco, ao lado de mais quatro companheiros, por fazer parte do ‘bonde da Stella [cerveja]’. O Urubu queria rifá-lo do plantel. 

Caiu na rede. Paulo Nobre volta a emprestar dinheiro (R$ 9 mi) ao Palmeiras: Nobrisa, crédito para negativado.

Blá-blá-blá. Nova pizza à vista na capital da ‘ilha da fantasia do mestre Tattoo’: Câmara dos Deputados instaurou CPI da Fifa, CBF e Máfia de Futebol. A primeira reunião deve ocorrer em 15 dias. A comissão pretende funcionar como segunda investigação à CPI do Senado, presidida pelo pitbull Romário. 

Dona Fifi. Quem vive parado é poste: Rogério Minotauro, ex-bambambã dos octógonos, faz curso de apresentador de TV. Te cuida, Faustão!

Gilete press. De Ancelmo Gois, no ‘Globo’: “A Rio-2016 está cada vez mais perto, mas ainda não empolga tanto assim os brasileiros, ao menos no Twitter. Segundo a FGV/DAPP, houve, entre 1º e 25 de fevereiro, pouco mais de 150 mil menções aos Jogos, em português, pouco a mais que os 145 mil de janeiro e os 110 mil de dezembro. Já o vírus zika, este mês, teve… mais de 370 mil postagens.” O pódio é deles, o suor é nosso.

Tititi d’Aline. O rei Roberto Carlos pode ser a grande estrela da cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos, em 7 de setembro, no ‘new Maraca’. Os organizadores sonham com o ‘sim’ de RC, que pela primeira vez estaria vinculado à causa dos deficientes físicos, de acordo com o ‘Extra’. Ele tem uma prótese na perna direita desde a adolescência. Aos seis anos, sofreu um acidente na linha férrea de Cachoeiro de Itapemirim e parte de sua perna direita precisou ser amputada.

Você sabia que… os brasileiros Danilo e Casemiro devem entrar na barca do Real Madrid após o fim da temporada? 

Bola de ouro. Primeira Liga. Em comunicado oficial, os 15 integrantes do movimento mandaram a federação carioca plantar batatas e confirmaram que Flamengo e Fluminense estarão em campo pelo torneio na próxima semana. A Ferj quer proibir os duelos. O Fla enfrentará o Figueira, enquanto o Flu jogará contra o Criciúma.

Bola de latão. Anderson Silva. Saber parar é uma das maiores virtudes de qualquer atleta. Não pode jogar fora o que construiu ao longo de anos. Nada pior do que um ex em atividade.

Bola de lixo. São Paulo. O soberano nunca esteve tão prestigiado: 3.013 testemunhas contra o Mogi, pior público nos últimos 10 anos. A renda alcançou fantásticos R$ 127.580. Tira daqui, morde ali, e as despesas chegaram a R$ 248.666. Ou seja, o Tricolor bancou R$ 121.086 para disputar mais uma partida do Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago. Na semana passada, o São Paulo já havia ficado no vermelho, quando 3.333 torcedores acompanharam a vitória sobre o Novorizontino, fechando a conta em R$ 101.000 de prejuízo.  

Bola sete. “Certamente a derrota para o The Strongest contribuiu, mas também o tempo chuvoso, os horários esquisitos que colocaram nossos jogos, a crise econômica, enfim, uma série de fatores” (do chefão tricolor, CA de Barros e Silva, sobre o público no Pacaembu – e as patacoadas da diretoria também). 

Dúvida pertinente. Marcelo Oliveira: matar o Rosario ou morrer na mansão palmeirense?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

 

 

‘Neymar do Nordeste’ e Ganso garantem a alegria de três mil testemunhas no Pacaembu

Rogério, o ‘Neymar do Nordeste’, abriu o caminho da vitória tricolor

O soberano São Paulo derrotou o Mogi Mirim por 2 a 0, gols de Rogério, o ‘Neymar do Nordeste’, e Ganso, na casa alugada do Pacaembu (3.013 testemunhas), em jogo adiado da terceira rodada.

Com o triunfo, o Tricolor assumiu a liderança do grupo C, com 13 pontos, ao lado da Ferroviária, mas vence no saldo de gols, 6 a 5.

Um dos piores times do Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago, o Mogi carrega a lanterna da chave D, com apenas sete pontos em 21 disputados.

Na história do confronto (27 partidas), o placar agora indica São Paulo 13 vitórias x 6 Mogi.

Mesmo sem apresentar um futebol envolvente, o Tricolor dominou o apenas esforçado Mogi Mirim no primeiro tempo. Procurou sempre o ataque e foi recompensado com um gol aos 35 minutos. Bruno desceu pela direita e deu belo passe a Rogério. O atacante invadiu a área e, caindo, tocou no canto do goleiro Daniel.

Um prêmio ao time do interior, preocupado apenas em se defender. Na saída para o vestiário, Rogério alfinetou o ‘professor’ Bauza Patón: “Sou funcionário do clube e tenho que jogar onde o treinador pede. Às vezes, fico perdido pelo meio. Eu prefiro a ponta.”

Um dos melhores em campo, Rogério saiu aos 15 do segundo tempo, lesionado. Entrou Ganso. E bem. O Tricolor seguiu absoluto no jogo, errando menos passes, mas falhando no arremate final. E quando acertou, a trave salvou o Mogi, num chute de Centurión, aos 25. Quatro minutos depois, Carlinhos carimbou novamente o poste.

Aos 44, fim da uruca são-paulina: Ganso tabelou com Kardec, fuzilou Daniel e fechou o caixão do Mogi. Uma vitória que deve tranquilizar um pouco o ambiente no São Paulo.

                                        ############

Pica-Pau corintiano. O ‘professor’ Tite não tem dúvidas: o embate contra o colombiano Santa Fé, pela Libertadores, será muito difícil no Itaquerão, minha casa minha vida. Principalmente se os jogadores continuarem com o pé mais descalibrado que pneu furado. Na sofrida vitória sobre o Oeste, um show de finalizações, com quatro certas em 17 tentativas. No complicado empate com o São Bento, dois arremates certeiros. ‘A torcida precisa ter paciência e ajudar’, recomenda Tite. Ou seja, haja coração!

Sugismundo Freud. O mau humor é uma praga.

#foracartolagem 1. Bomba nas redes sociais o ‘Movimento Futebol Limpo’. Onze de cada 10 torcedores subscrevem o manifesto que exige um novo caminho para o agonizante ludopédio nacional. Entre outras coisas, clama: 1) ‘Chega de federações estaduais anacrônicas, muito bem servidas financeiramente e pessimamente preparadas tecnicamente’; 2) ‘Chega da confederação envolvida em escândalos, com um ex-presidente preso e outro afastado, com o atual demonstrando ser, na realidade, um completo neófito no assunto Futebol’; 3) A função dessas entidades é apoiar os atores principais: os clubes e seus atletas; 4) ‘Clubes devem decidir seu futuro.’ futebol.limpo2016@gmail.com

Pitaco de Chucky. Ricardo Oliveira está no volume morto do aquário da Vila Belmiro.  

#foracartolagem 2. Clubes da Primeira Liga decidiram peitar o Circo Brasileiro de Futebol. Na série de reivindicações, organizar uma Liga Nacional, com os 40 clubes das duas divisões do Brasileiro já em 2007; transparência em todos os negócios e ‘otras cositas mas’; venda do avião de US$ 7,5 milhões que fica à disposição da casa maldita do ludopédio; publicação dos salários…

Brasil sil sil. A Justiça mandou soltar os seis integrantes da Torcida Jovem do Peixe, acusados de matar com barras de ferro Cláudio Fernando Mendes Cardoso de Morais, 24 anos, da Mancha Alviverde, em abril de 2015. A juíza Michele Porto de Medeiros Cunha Carreiro justificou a decisão por causa do excesso de prazo – o processo criminal vai demorar muito para ser concluído e por isso não é necessário manter os acusados presos. Todos responderão pelas acusações de homicídio triplamente qualificado, lesão corporal e formação de quadrilha em liberdade.

Zé Corneta. Brasil boleiro: empresários demais, qualidade de menos.

Bem, amiguinhos. Os Rolling Stones deram uma boa força ao soberano Tricolor para quitar os direitos de imagem atrasados. Os dois shows no Morumbi renderam R$ 1,6 milhão aos cofres do clube, que reduziu o aluguel e retirou a banda da mansão palmeirense Allianz Parque.

Dona Fifi. Torcedores do Palmeiras torceram o nariz para o aumento do preço do ingresso contra o Rosário. O mais barato custará R$ 90, e o mais caro, R$ 200. 

Bem, diabinhos. Bombardeado diariamente por demorar na recuperação de atletas, o departamento médico do Palmeiras receberá importante reforço: Claudio Borges, personal trainer do atacante Barrios. Ele aterrissará na Academia para fazer um trabalho especial com o atleta, que se recupera de uma lesão. Ano passado, o chileno Valdivia também requisitou os serviços de um fisioterapeuta para ajudá-lo a trocar o chinelinho pela chuteira.

Caiu na rede. Nove meses depois… e nada de nascer o Palmeiras de Marcelo Oliveira.

Gilete press. De Igor Siqueira, no ‘Lance’: “Zico pegou pesado com a CBF em uma palestra para alunos da FGV, no Rio, sobre a política no futebol mundial. ‘Tinha que explodir lá. Não matar ninguém, mas tem que explodir. Vir coisa nova. Tem que ser criada uma nova CBF, com transparência’, disparou o Galinho, que ainda emendou: ‘Não é a toa que temos um presidente da CBF preso e dois indiciados. E temos agora um que não sabemos quem é’, disse ele, referindo-se a José Maria Marin, Marco Polo Del Nero, Ricardo Teixeira e coronel Nunes. Zico reforçou o planejamento de não tentar mais se eleger para cargos na gestão do futebol, como fez ao buscar a presidência da Fifa. Quer focar a carreira de treinador.” #xôcbf.

Tititi d’Aline. No vácuo das investigações sobre corrupção no atletismo internacional, promotores franceses também devem avançar no processo de escolha da Rio-16 e da Olimpíada de 2020, em Tóquio.

Você sabia que… o peruano Claudio Pizarro, hoje no Werder Bremen, é o quinto maior artilheiro da história da Bundesliga, com 183 gols em 403 partidas?

Bola de ouro. Emanuel. Um dos melhores jogadores de vôlei de praia do país, o medalhista olímpico de 42 anos anunciou a aposentadoria. Ao longo da carreira, conquistou três medalhas olímpicas: ouro em Atenas/04, bronze em Pequim/08 e prata em Londres/12. Ele também participou dos Jogos em 1996 e 2000.

Bola de latão. Stock Car. Batizaram a gasolina: comissários admitiram aplicar suspensões deliberadas a pilotos. Principal foco: Cacá Bueno, pentacampeão da categoria. Papai Galvão promete ir à Justiça.

Bola de lixo. Jardel. O ex-atacante e hoje deputado foi denunciado pelo Ministério Público do RS por organização criminosa. Jardel e mais 10 pessoas são acusadas de desvio de verba, contratação de funcionários fantasmas e ligação ao tráfico de drogas. Os crimes teriam acontecido no gabinete do parlamentar entre fevereiro e novembro do ano passado. Jardel foi alvo da Operação Gol Contra. 

Bola sete. “O que posso dizer é que, se der certo, Deivid fica, se não der, sai. Ele não era treinador de ponta, mas resolvemos dar uma oportunidade. Os jogadores gostavam e queriam a presença dele. Estávamos esperançosos” (do chefão da Raposa, Gilvan Tavares, armando a guilhotina na Toca).

Dúvida pertinente. Corinthians na Libertadores: com ou sem emoção?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcelo Oliveira navega entre a vitória na Libertadores e o RH do ninho dos periquitos

Marcelo Oliveira, 50 jogos no Palmeiras: 22 vitórias, 11 empates e 17 derrotas

Depois de deixar o XV de Piracicaba de quatro, colocando ponto final em um jejum de cinco jogos sem vitória, o Palmeiras virou esquadrão e jogou uma ducha de água fria na turma do amendoim, ávida por uma visita do ‘professor’ Marcelo Oliveira ao RH para acertar as contas.

Pois bem, a panela de pressão voltou a ferver três dias depois. O time retornou aos bons tempos de maria-mole, levou um baile da Ferroviária e o treinador respira novamente por aparelhos no ninho dos periquitos em revista.

São raras as palavras em defesa de M.O., apesar de ter conquistado o título da Copa do Brasil no fim de 2015. Um grito de campeão com boa parte (talvez a maior) de colaboração do Peixe. Que se achou o máximo e caiu do salto.

Os números do ‘professor’ alimentam as ensurdecedoras cornetas palestrinas: em 50 jogos no comando da equipe, soma 22 vitórias, 11 empates e 17 derrotas, com 51,3% de aproveitamento. Um ótimo balanço, levando-se em conta que o treinador foi aquinhoado com somente 33 reforços desde que assumiu a casamata – 25 em 2015 e oito nesta temporada.

É verdade que nem todos foram indicados por ele. Engoliu goela abaixo alguns atletas impostos pelo gerente remunerado Alexandre Mattos, o ídolo da torcida que gosta de desaparecer nos momentos ruins, de deixar o barco à deriva.

Com um panorama tão favorável, M.O. pode naufragar se o Palmeiras tropeçar diante do Rosário Central, nesta quinta, pela Libertadores. É vencer ou RH.

Desde que a bola começou a rolar na mansão Allianz Parque, o Palmeiras ganhou 24 jogos, empatou sete e perdeu 10. Entre os times mais badalados do país, nenhum apanhou tanto em seu estádio. Mi casa es su casa?
                                                  ############

Zé Corneta. Ferroviária, locomotiva; Palmeiras, maria-fumaça.

Zapping. O ibope da plim-plim desandou com a transmissão de Palmeiras x Ferroviária. A primeira partida dos periquitos em revista na telinha rendeu apenas 16 pontos no ibope da grande Pauliceia refém da bandidagem. A Band cravou três. Já Flamengo x Resende obteve 19 pontos na Cidade Maravilhosa das facadas malditas. A emissora paulista somou dois. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios sintonizados em SP e 42 mil no RJ. 

Sugismundo Freud. O presente vira passado em segundos. 

Voo do Urubu. Certamente a maioria dos torcedores rubro-negros desconhece dois importantes reforços que aterrissaram na Gávea: Iscout e Sportcoach. Os softwares comprados pelo clube entregam de bandeja uma avalanche de informações sobre as principais partidas pelo planeta bola, as estrelas dos times. Os gringos Cuéllar e Mancuello só foram contratados pelo Flamengo após estudo minucioso dos dados recolhidos. Cabra-cega, agora, apenas no playground do clube.

Pitaco do Chucky. Pé de obra brasileiro: esculhambado e largado.

Bem, amiguinhos. A surfista brasileira Silvana Lima, 31 anos, abriu o jogo numa entrevista à ‘BBC’: não arruma patrocínio porque não é modelo nem bonitinha, apenas surfista profissional. ‘As marcas de roupas de surfe, quando se trata de mulher, querem modelos e surfistas ao mesmo tempo. Para quem não é, como eu, não há patrocínio. Você é excluída, descartável’, desabafou. Bingo! Adriano de Souza, o Mineirinho, campeão mundial, fechou parceria com mais duas empresas e vai brigar pelo bi com 10 patrocinadores.

Dona Fifi. A Coreia do Sul recusou convite para disputar um amistoso contra a seleção olímpica. Motivo: medo da zika.

Bem, diabinhos. A frustrada transferência para a China não abalou o atacante Ricardo Oliveira. Que o digam os 45 minutos iniciais da partida contra o Red Bull Brasil! No embate em que festejou 100 jogos com o enxoval do Peixe, ele entrou calado e saiu mudo, chutou uma vez a gol e distribuiu apenas cinco passes. Nada de impedimento (coisa rara quando está em campo), desarme ou falta. Uma atuação mirabolante, made In China.

Caiu na rede (by ‘Olé do Brasil’). Mad Max ultrapassa Galo em número de títulos

Gilete press. De Ancelmo Gois, no ‘Globo’: “Neymar vem ao Brasil, em março, participar do jogo da seleção contra o Uruguai pelas eliminatórias. Mas sua banca de advogados está de cabelo em pé. Teme que a Justiça aproveite que ele estará em solo pátrio e o convoque para depor. A Procuradoria da Fazenda, como se sabe, acusa o nosso craque de sonegar R$ 63 milhões.” Borogodó à vista.

Tititi d’Aline. A modelo e atriz Fiorella Mattheis está de malas prontas para Londres. Ela vai morar com o namorado, o atacante Pato, durante o empréstimo de seis meses do amado ao Chelsea, mas não deixará o humorístico ‘Vai que cola’, do ‘Multishow’. Acertou uma ponte aérea com a produção do programa.

Você sabia que… 12 mil tochas serão usadas no revezamento por 329 cidades brasileiras a partir de maio?

‘Bola de ouro’. Bahêa. Uma inesquecível viagem aos EUA. Um bate e volta que encantou os americanos. O time foi arrasado pelo Orlando City, de Kaká: 6 a 1. De quebra, carimbou a cantora Claudia Leitte, que acompanhou o show: Mick Jagger do Tricolor baiano. O ‘leitte’ azedou.

Bola de latão. Carioquinha. O duelo entre os melhores times do campeonato, Vasco e Botafogo, despertou a paixão da torcida: nada menos que… 8.869 espectadores (7.921 pagantes) em São Januário.

Bola de lixo. Palmeiras. O time do ‘professor’ Marcelo Oliveira perdeu cinco dos últimos 10 jogos disputados na mansão Allianz Parque. Um belo sopro de esperança para o duelo contra o Rosario Central, pela Libertadores.

Bola sete. “O ‘professor’ Tite é competente, mas não pode ser colocado acima de São Jorge. Devagar com o andor” (de Wanderley Nogueira, da ‘Jovem Pan’ – fato).

Dúvida pertinente. A ‘Bauza’ está afundando no soberano Tricolor?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Trio de Ferro: mais um grande espetáculo de bico quadrado no Paulistinha

A Ferroviária fez a festa na mansão Allianz Parque: 2 a 1 no Palmeiras

O Trio de Ferro deu mais uma aula de bico quadrado na sétima rodada do Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago. Duas derrotas (Palmeiras e soberano Tricolor) e uma vitória (Corinthians) que só mesmo São Jorge poderia explicar.

O Palmeiras fechou a sensacional jornada com mais uma exibição de gala na mansão Allianz Parque (18.413 pagantes). A equipe foi dominada pela bem montada Ferroviária, do ‘professor’ português Sérgio Vieira, e levou ferro: 2 a 1. O time do interior chegou a ter 64% de posse de bola.

Deitou e rolou no primeiro tempo. Parecia até que jogava em Araraquara. E, com justiça, marcou aos 40: Fernando Gabriel, em cobrança de falta. O Palmeiras melhorou no segundo tempo após a entrada de Rafael Marques e Cristaldo, aos 16 – saíram Jean e Alecsandro (figura inútil). Na primeira bola, o gringo empatou.

A Ferroviária não se abalou. Manteve o toque de bola e, aos 48, assinalou o segundo gol: Rafinha recebeu ótimo lançamento e, cara a cara com Fernando Prass, bateu no canto esquerdo. Decretava a segunda derrota palmeirense. Mesmo apanhando, os periquitos em revista ainda lideram o grupo B, com nove pontos.

Feliz da vida com o futebol apresentado pelo time, a torcida já reza para San Gennaro: no meio desta semana, o Allianz Parque abre as portas para receber o Rosário Central, pelo grupo 2 da Libertadores. É vencer ou vencer

Também eufórica está a galera do Tricolor. O time perdeu da Ponte (1 a 0), em Moisés Lucarelli (5.288 torcedores), e segue sem vencer fora de casa. A Macaca, por sua vez, faturou os três primeiros pontos como mandante.

O São Paulo voltou a repetir o tico-tico sem fubá de outros jogos. O ‘professor’ Bauza Patón sacou Centurión do time, colocou Wesley, mas nada mudou. O meio-campo continuou mais preguiçoso que gato de açougueiro.

O único gol foi marcado por Reinaldo, lateral emprestado pelo Tricolor à Ponte, aos 42 do primeiro tempo. O São Paulo, com um jogo a menos, está em segundo no grupo C, com 10 pontos, três a menos que a Ferroviária.

Nos embalos de sábado à noite, no Itaquerão, minha casa minha vida (28.717 espectadores), a Fiel soltou o grito de gol apenas aos 45 minutos do segundo tempo: Uendel desceu pela esquerda, cruzou e Rodriguinho chutou de primeira – 1 a 0 mais sofrido que pegar metrô na hora de pico.

O Corinthians está se especializando em deixar a torcida com o coração na mão. Só conseguiu derrotar o Cobresal, na estreia da Libertadores, com um gol contra de Escalona aos 46 da fase final; no 2 a 2 com a Ferroviária, Giovanni Augusto evitou a derrota quando faltavam sete minutos para o encerramento do embate; e André, aos 44 do segundo, empatou o confronto contra o São Bento.

No jogo diante do Oeste, o Corinthians dominou, mas foi absolutamente ridículo nos chutes a gol. O próximo alvo é da Libertadores: receberá o Santa Fé, nesta quarta. No Paulistinha, o time canta de galo: comanda o grupo D, com 17 pontos, seis à frente do Água Santa.

                                                                    ############

Pitaco do Chucky. ‘Êta mundo bom’: novela preferida de Ricardo Oliveira no aquário da Vila Belmiro. Made in China.

2 + 2= 5. A aritmética é inquestionável: as gloriosas federações paulista e carioca são um sucesso de… bilheteria. Até a sexta rodada, o poderoso time dos engravatados de colarinho branco da FPF abiscoitou R$ 1 milhão e uns trocados em taxas. Ficou atrás apenas de Corinthians (R$ 2,7 milhões) e Palmeiras (R$ 1,7 milhão), de acordo com levantamento do ‘batebola.blogspot.com.br’. O esquadrão da cartolagem deu olé fácil nos outros 18 integrantes da magnânima pré-temporada com ingresso pago. O soberano São Paulo certamente anda vibrando com o sucesso alheio: está no cheque especial – R$ 68 mil. Já a fantástica equipe da Ferj tungou R$ 463 mil para seus insaciáveis cofres. Só comeu poeira de Flamengo (R$ 912 mil) e Fluminense (R$ 782 mil). Líder do campeonato, o Botafogo acumula um prejuízo de R$ 37 mil. Lucro garantido e seu dinheiro nunca volta.  

Zé Corneta. Por livre e absoluto desinteresse de clubes interessados no empréstimo de Cristian, o Corinthians fechou a lista de inscritos para o Paulistinha com o nome do volante de R$ 500 mil mensais.  

Chama o Kirobo! Idealizado para facilitar a chegada do público ao estádio de Cuiabá no Mundial de 2014, o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) já engoliu mais de R$ 1 bilhão e não andou um centímetro até hoje. O governo atual paralisou as obras e contratou uma auditoria para apurar o doce de coco. Descobriu que houve pagamento de R$ 80 milhões em propina, má execução técnica e a compra de 56 vagões que não terão utilidade no sistema, de acordo com Vinícius Segalla, do ‘Uol’. O autor da façanha: o ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB), que está na cadeia, No total, o equipamento custou R$ 120 milhões aos cofres públicos. Sai da rede, Brasil!

Sugismundo Freud. Ex é sempre perigoso.

Bem, amiguinhos. O atacante Neymar está de olho numa choupana em Castelldefels, o balneário dos craques perto de Barcelona. O brasileiro quer morar próximo a Messi e Luis Suárez. O casebre escolhido por Neymar abrigou Ronaldinho Gaúcho quando defendeu a equipe catalã. A casa ocupa quase um quarteirão, tem duas piscinas (uma externa e outra interna), vários quartos, sala de jogos e outras mordomias, além de um enorme jardim. Em 2014, Suárez comprou uma residência na cidade por R$ 13 milhões. Neymar mora hoje no pacato bairro de Pedralbes. 

Caiu na rede. Parabéns ao São Paulo pelo retorno de Lugano. Após a saída de Rogério Ceni, a torcida adversária havia ficado órfã de ídolos. 

Bem, diabinhos. O barraco comeu solto no enterro do pai da ex-tenista espanhola Arantxa Sanchez. Ela simplesmente foi expulsa do velório pelos irmãos. Nos últimos anos, Arantxa travou várias batalhas judiciais com a família. Em sua autobiografia, a ex-número 1 do mundo contou que era a galinha dos ovos de ouro do clã. Ela até processou os pais, exigindo a devolução de algumas propriedades. As rusgas aumentaram quando Arantxa casou com o ex-tenista Josep Santacana. 

Dona Fifi. Estadual não vale nada… só derruba ‘professor’.

Gilete press. De Jamil Chade, no ‘Estadão’: “A Fifa congelou todo o repasse de dinheiro para a CBF até que uma reforma na entidade brasileira seja feita, a situação de seu presidente seja esclarecida e controles independentes sejam realizados. A situação sul-americana é a mais dramática entre os membros afetados pelo escândalo de corrupção e que, desde as prisões de cartolas em maio de 2015, nada mudou na CBF. O Comitê de Ética prepara desde janeiro uma punição exemplar a Marco Polo Del Nero, presidente licenciado da CBF e denunciado por corrupção nos EUA.” É devagar, devagarinho…

Tititi d’Aline. Os são-paulinos que foram assistir ao show dos Rolling Stones no fim de semana torceram o nariz para a banda antes do espetáculo. No Instagram, eles publicaram a lista das músicas que iriam apresentar no ‘Morumbi-Panetone’. Os coirmãos futebolísticos adoram chamar o estádio de panetone – ‘redondo e cheio de frutinha dentro’.

Você sabia que… o atacante Ricardo Goulart, ex-Raposa, renovou contrato com o Guangzhou Evergrande até 2020?

Bola de ouro. Atlético de Madrid. O time do competente Simeone transformou o estádio Santiago Bernabéu em salão de festas. Ganhou os três últimos jogos do Campeonato Espanhol na casa do coirmão Real Madrid, o que não acontecia desde a década de 40.

Bola de latão. Ponte. De extremo mau gosto o enxoval amarelo, com calções azuis.

Bola de lixo. Bauza. Alguns ‘cardeais’ do soberano São Paulo já começam a pensar na extrema-unção do ‘professor’ argentino, há dois meses no cargo. O time não consegue decolar. Lento e sem criatividade, parece enceradeira: gira pra cá, gira pra lá, mas nada de brilho.

Bola sete. “Recompor é a palavra da moda, uma exigência de todos os treinadores. Recompor é preciso. Saber jogar bem não é preciso” (do grande Tostão, na ‘Folha’ – fato). 

Dúvida pertinente. Quando o acarajé invadirá o banquete da corrupção do ludopédio nacional?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

‘Tá tranquilo, tá favorável’: 29 ‘professores’ já dançaram no Fluminense em 13 anos

Eduardo Baptista: 13 derrotas, cinco empates e oito vitórias no Fluminense

A dança das cadeiras no reino encantado das Laranjeiras segue no ritmo alucinado de Mc Peter Siemsen: ‘Tá tranquilo, tá favorável’.

Desde que assumiu o dois pra cá, dois pra lá no Fluminense, em 15 de dezembro de 2010, ele já trocou passos com 10 ‘professores’, apesar de o time ter conquistado um título brasileiro e um Carioquinha.

O último foi Eduardo Baptista, dono de um sucesso invejável no Tricolor: 26 jogos, 13 derrotas, cinco empates e oito vitórias, aproveitamento de 37,18%. O time marcou 36 gols e sofreu 37. A equipe fechou o Brasileirão/15 em 13º lugar. No Carioquinha deste ano, ocupa uma honrosa quarta posição no grupo A, com sete pontos, atrás de Vasco (16), Boavista (12) e Bangu (10).

Baptista pode se orgulhar de ter sido apenas o 29º ‘mestre sem carinho’ nos últimos 13 anos e dois meses. O Fluminense é um dos clubes que mais acionaram o troca-troca na pátria das chuteiras furadas. E boa parte destes ‘professores’ ainda recebe indenização, parcelada em suaves prestações, por quebra de contrato.

2003: Renato Gaúcho, Joel Santana e Renato Gaúcho
2004: Valdir Espinosa, Ricardo Gomes e Alexandre Gama
2005: Abel Braga
2006: Ivo Wortmann, Paulo Campos, Oswaldo de Oliveira, Antônio Lopes e PC Gusmão
2007: PC Gusmão, Joel Santana e Renato Gaúcho
2008: Renato Gaúcho, Cuca e René Simões
2009: René Simões, Parreira, Renato Gaúcho e Cuca
2010: Cuca e ‘Muriçoca’ Ramalho
2011: ‘Muriçoca’ Ramalho, Enderson Moreira e Abel Braga
2012: Abel Braga
2013: Abel Braga, Vanderlei Luxemburgo e Dorival Júnior
2014: Renato Gaúcho e Cristóvão Borges
2015: Cristóvão Borges, Ricardo Drubscky, Enderson Moreira e Eduardo Baptista
2016: Eduardo Baptista e…
                                                                ############
Zé Corneta. Palmeiras, 4 a 1: Gelol para dor de cotovelo em promoção na mansão Allianz Parque. Procurar M.O.

Êta mundo bom. O ‘matador’ Ricardo Oliveira reúne ótima munição para continuar defendendo o Peixe. O centroavante fez de tudo, e mais um pouco, para conhecer a Muralha da China, mas o Santos não o liberou, mesmo oferecendo seis milhões de euros (R$ 26 mi) do próprio bolso. O clube exigiu oito mi de euros (R$ 34,8 mi). Ricardo Oliveira pagaria os R$ 26 mi com metade do salário que iria receber no Beijing Guoian – R$ 2,2 mi por mês. O café no bule cairia para R$ 1,1 mi. No Peixe, o atacante embolsa R$ 150 mil mensais. 

Sugismundo Freud. Só bebe água limpa quem chega primeiro. 

Pica-Pau hermano. Sempre de antena no mundo encantado da mamãe Fifa, Maradona saudou a eleição do ítalo-suíço Gianni Infantino, ex-secretário da Uefa e homem de confiança de Michel Platini: ‘É um traidor. Com o chefe nas cordas, seguiu trabalhando como se nada tivesse acontecido.’ Platini levou um gancho de oito anos por causa de R$ 8 milhões com miado de gato. Dieguito apoiava o príncipe Ali Bin Al-Hussein e o sheik Salman Ibrahim Al-Khalifa. Ele aproveitou para mandar um recado às autoridades: ‘Prisão perpétua’ à quadrilha dos Irmãos Metralha, estourada pelo FBI em maio do ano passado.

Pitaco do Chucky. Congresso da mamãe da Fifa: se gritar pega ladrão…

Bem, amiguinhos. O Circo Brasileiro de Futebol resolveu encarar para valer uma mudança de imagem após a prisão de Zé da Medalha e as acusações de corrupção ao imperador ostentação Del Nero e ao eterno rei da bola Ricardo Teixeira. A caridosa casa maldita do esporte aumentou de R$ 15 mil para R$ 25 mil a ajuda de custo mensal aos 27 presidentes de federações. Detalhe: as profícuas entidades já beliscam R$ 50 mil para a xepa.

Dona Fifi. A turma do contra chora: o enganador Neymar renovou com o Barcelona até 2021 e só ficará atrás de Messi na distribuição dos holerites para a xepa.

Bem, diabinhos. O tempo passa, o tempo voa, mas a dívida fica: somente agora o Peixe pagará à Ponte o empréstimo do atacante Rildo, hoje no Corinthians. Há dois anos, o Santos havia se comprometido a bancar R$ 400 mil em duas parcelas. Deu calote. Depois de recente reunião, topou quitar o débito em nove prestações – uma de R$ 100 mil e oito R$ 50 mil.

Caiu na rede. O santista Lucas Lima estava tão à vontade contra o Mogi que teve tempo até para pintar o cabelo de loiro.

Gilete press. Do blog do Perrone, no ‘Uol’: “Uma cobrança milionária da Receita Federal e a decisão da antiga diretoria do São Paulo de trocar uma defesa gratuita contra o órgão, sob a assinatura de um ‘cardeal’ do clube [Ives Gandra Martins], por advogados pagos. Esse é o enredo do novo atrito político no Morumbi. O escritório já cobrou cerca de R$ 8 milhões pelo serviço. Porém, o atual presidente, Carlos Augusto de Barros e Silva suspendeu o pagamento no momento em que ele estava aproximadamente na metade. Além disso, deixou o caso exclusivamente com Ives.” CM Aidar, um rei inesquecível no soberano.

Twitface. E o ‘vovô’ Donizete, hein? Por estar com problemas financeiros, o Pantera, 47 anos, deu um bico na aposentadoria e vai defender o Sport no Capixabinha.

Tititi d’Aline. Ajoelhou tem que rezar: a Sport 10, empresa que detém os direitos de imagem do ‘rei’ Pelé, entrou com mais uma ação contra o Peixe. Cobra R$ 410 mil por contrato de marketing. O primeiro processo gira em torno de R$ 2,3 milhões e já levou à penhora o aquário da Vila Belmiro. Muy amigo.

Você sabia que… o centroavante André recebeu R$ 4 milhões de luvas para assinar contrato com o Corinthians por quatro anos?

Bola de ouro. Botafogo. Mesmo sem dinheiro e sem craques, é o único com 100% de aproveitamento no Carioquinha – seis jogos, seis vitórias.

Bola de latão. Gianni Infantino. Uma das primeiras medidas do novo rei da cocada na mamãe Fifa: deve aumentar de 32 para 40 o número de seleções na Copa.

Bola de lixo. Coronel Nunes. Patética a entrevista do presidente interino do Circo Brasileiro de Futebol após a eleição na mamãe Fifa: ‘É uma vitória do Brasil. Infantino entende nossa picardia. Quando uma confederação se une, como a nossa [Conmebol], ninguém se mete com a gente.’

Bola sete. “A velha guarda segue no poder. Estão apenas trocando os nomes. Não acredito em mudanças profundas” (do jornalista britânico Andrew Jennings, autor de vários livros sobre a corrupção na mamãe Fifa, após a escolha de Infantino – é mais do mesmo).

Dúvida pertinente. Você acredita na recuperação do prestígio da mamãe Fifa com Infantino no trono? 

O que você achou? jr.malia@bol.com.br