Felipe Melo e assoprador de latinha complicam a vida do Palmeiras; retranca garante empate ao Corinthians

Luiz Adriano: muita luta na estreia pelo Palmeiras

Que sua senhoria, o assoprador de latinha Igor Junio Benevenutto, mostrou que não serve nem para apitar partida de trem, ninguém discute. Um trapalhão em campo! Mas torcedores, jogadores, cartolas e Felipão não podem fechar os olhos para a expulsão do pitbull Felipe Mello ainda no primeiro tempo. Os palmeirenses devem jogar nas costas do volante boa parte do prejuízo causado ao time no empate em 2 a 2 com o Bahêa, na mansão Allianz Parque (34.275 pagantes/R$ 2.160.817,20).

Se vencesse, o Palestra encostaria no líder Peixe. Chegaria a 31 pontos, um a menos que os santistas depois de 14 rodadas. Com o empate, segue em segundo lugar, mas com 29, apenas dois à frente de Flamengo e Galo. Soberano Tricolor e Corinthians, com 24, fecham o G6 da Libertadores.

O time do ‘sargento’ Felipão fez a quina: cinco jogos sem vitória. O zagueiro Vitor Hugo e o atacante Luiz Adriano estrearam no Palmeiras com boas atuações.

O Palmeiras dominava os baianos com tranquilidade e vencia por 1 a 0, gol de Dudu aos 12 minutos de jogo, aproveitando rebote do bom goleiro Douglas, quando Felipe Melo nocauteou Lucca com uma cotovelada e recebeu o cartão vermelho na bacia das almas do primeiro tempo.

Felipe Melo não tomava banho mais cedo que os companheiros desde 30 de agosto de 2018, na derrota para o Cerro Porteño por 1 a 0, pela Libertadores. Passou 52 jogos (19 no ano passado e 33 em 2019) até ser expulso diante do Bahêa. Pela quarta vez, tomou o vermelho com a camisa palmeirense. O volante é o recordista de cartões amarelos pelo Palmeiras no ano (14, sete deles no Brasileirão).

No segundo tempo, com Thiago Santos no lugar de Zé Rafael para reforçar o meio de campo, o Palmeiras sofreu o empate logo aos 4, com Gilberto cobrando pênalti cometido por Diogo Barbosa (braço na bola) e confirmado pelo VAR.

Oito minutos depois, mesmo com um a menos, o Palestra marcou o segundo: Marcos Rocha cobrou lateral, Dudu cabeceou livre na pequena área, Douglas defendeu parcialmente e o atacante cutucou para a rede.

A equipe comandada por Roger Machado sentiu o golpe, vacilou em algumas jogadas, porém logo se recuperou. E empatou novamente aos 39. Luan disputou uma jogada com Arthur Caíke e o assoprador de latinha Igor Junio Benevenutto apontou a marca da cal, confirmada no VAR. Os palmeirenses reclamaram muito. Inutilmente. Gilberto bateu e converteu.

Na sequência, Gregore foi expulso. No 10 contra 10, mais 10 minutos de acréscimo, o Palmeiras pressionou e Dudu e Diogo Barbosa perderam boas chances para garantir os três pontos ao Palmeiras.

No Beira-Rio, o café da manhã do Dia dos Pais foi dos mais amargos para 36.166 convidados (31.856 pagantes/R$ 1.652.359). Saci colorado e, principalmente, Corinthians apresentaram um futebol de baixo nível técnico, com raríssimas emoções. Resultado: um ‘oxo’ que parecia interminável. Sem criatividade e sonolento.

O time gaúcho conseguiu as melhores chances, mas falhou nas finalizações, além de insistir demais em jogadas pelo meio, facilitando o trabalho da retranca do Corinthians. Que só importunou o goleiro Marcelo Lomba numa cobrança de falta de Clayson aos 34 minutos do segundo tempo. Desde o início, ficou claro que a equipe paulista queria levar um ponto.

O empate levou o Corinthians a 24 pontos, na sexta posição, a oito do líder Santos. O time foi ultrapassado pelo soberano São Paulo, que venceu o Peixe por 3 a 2. O Tricolor também acumula 24, mas tem melhor saldo de gols – 9 a 7. O Inter soma 21.

Na história do confronto, Corinthians 31 triunfos x 23 do Saci colorado. Aconteceram 32 empates em 86 duelos. No Brasileirão, 23 a 16 para os corintianos, com 23 empates.

XXXXXXXXXXXXXXX

Pitaco do Chucky. Quén quén de Pato contra o Peixe levou a mídia tricolor à loucura, chegando a classificar a atuação do atacante como ‘soberba’, com ‘sangue nos olhos’. Que falta faz um título!

Ceni na Toca. A Raposa tentou fazer suspense, mas o Fortaleza abriu o jogo: Rogério Ceni, 46 anos, é o novo comandante do pão de queijo – depois, os mineiros confirmaram o acordo. O clube cearense agradeceu Ceni pelos serviços prestados e garantiu que o legado do M1to será preservado. Informou ainda que receberá a multa contratual (R$ 1 milhão). Ceni substituirá Mano Menezes e será aquinhoado com uma ótima herança ao aterrissar na Toca: nos últimos 19 confrontos, a Raposa ganhou apenas um. Está em 17º lugar, com 11 pontos, e abre a zona do agrião queimado do Brasileirão. De quebra, balança no bico da cegonha sem asas nas semifinais da Copa do Brasil, contra o Saci colorado. Ceni fechou até dezembro de 2020. No Fortaleza, faturava R$ 250 mil por mês; agora, deverá embolsar R$ 450 mil.

Resultado de imagem para fotos rogerio ceni
Rogerio Ceni: R$ 450 mil mensais na Raposa

Ceni na Toca 2. O treinador poderá ser apresentado nesta segunda. No fim de abril, Ceni recusou proposta do Galo para suceder Levir Culpi. Chegarão com o ‘professor’ os auxiliares Patrice Hembert e Nelson Simões Júnior, além do preparador físico Danilo Augusto. Pelo Fortaleza, Ceni disputou 94 partidas, venceu 51, empatou 18 e perdeu 25, com aproveitamento de 60,64%. Assumiu no início de 2018 e colecionou vários canecos: campeão da Série B; bambambã do estadual; e volta olímpica na Copa do Nordeste. Deixa o clube com 14 pontos. Na partida desta segunda, contra o CSA, o time será dirigido por Marconne Montenegro, do sub-20.

Zé Corneta. É impressionante a insistência do ‘professor’ Fabio Carille em manter Sornoza como titular do meio de campo. O Corinthians sempre joga com um a menos quando o equatoriano está em campo.

Tragédia na folga. Douglas Nunes, 27 anos, pivô do Corinthians com passagens pela seleção de futsal, morreu na madrugada deste domingo, em Erechim (RS). Ele foi baleado na saída de uma boate depois de disputar a semifinal da Taça Brasil – o Corinthians perdeu do Atlântico por 5 a 3 e foi eliminado. De acordo com testemunhas, Douglas e outros atletas teriam se envolvido num bafafá dentro de uma casa noturna na área central de Erechim. Na saída da boate, um carro se aproximou dos corintianos e fez os disparos. Douglas foi o único atingido. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia prendeu um suspeito.

Sugismundo Freud. Não tenha medo de amar, só tenha medo de odiar.

Vergonha rubro-negra. É, no mínimo, uma terrível e imperdoável mancha na gloriosa história do Clube de Regatas Flamengo. Seis meses já se passaram e o clube continua discutindo acordos com os familiares das vítimas da tragédia do Ninho do Urubu, que deixou 10 mortos. A Defensoria Pública sugeriu ao Rubro-negro pagar R$ 50 milhões, mas a ridícula cartolagem se negou a fechar um acordo. Alegou que não poderia despender tanto dinheiro, como se uma vida tivesse preço, pudesse ser taxada. Até agora, o Flamengo se entendeu com parentes de apenas três garotos que morreram. Quanto aos demais, optou por discutir na Justiça quanto teria de pagar. Provavelmente por estar mergulhado em uma terrível crise financeira.

Vergonha rubro-negra 2. Nesta temporada, o Flamengo investiu somente R$ 200 milhões em reforços. A folha salarial das chuteiras é de R$ 17 milhões. No primeiro trimestre, aplicou R$ 138 milhões em contratações. Apenas Arrascaeta custou R$ 80 milhões, ou R$ 30 milhões a mais do que a Defensoria Pública pediu após a tragédia. “Na ocasião, o Flamengo ofereceu de R$ 300 mil a R$ 400 mil para cada família. Nós propusemos R$ 2 milhões”, revelou a procuradora do Ministério Público do Trabalho, Danielle Cramer. Também pediu R$ 10 mil mensais até a data em que as vítimas completariam 45 anos. O clube se dispôs a bancar um salário mínimo por 10 anos.

Zapping. Coração aberto: nunca se torceu tanto na TV fechada. Logo logo, os ‘analistas’ aparecerão na telinha devidamente fardados com a camisa do time amado.

Gilete press. Do blogueiro Perrone, no Uol: “Relatório do Conselho Fiscal do Santos relativo às contas do primeiro trimestre de 2019 aponta que o presidente José Carlos Peres passou a ter à disposição um Jeep alugado pelo clube e um BMW cedido em regime de comodato. Há ainda menção a veículos alugados para jogadores e funcionários. O aluguel de um Jeep Compass para uso de Peres tem custo mensal de R$ 5.666,98 (…) O gasto mensal indicado pelo Conselho Fiscal até 17 de abril com veículos alugados foi de R$ 31.412. Com a devolução de três carros, a despesa por mês caiu para R$ 21.372,98.” Que festa!

Caiu na rede. Sampaoli, o gênio, levou nó tático de Felipão e Cuca. Só engoliu o aprendiz Carille.

Tititi d’Aline. Os engravatados de colarinho branco do STJD resolveram pegar o touro à unha. O Saci colorado terá de pagar uma estratosférica multa de… R$ 5 mil pela agressão a uma torcedora gremista dentro do Beira-Rio, no Gre-Nal da 11ª rodada do Brasileirão. A decisão foi unânime.

Você sabia que… na era dos pontos corridos do Brasileirão, iniciada em 2003, o Flamengo recebeu 11 vezes o Grêmio no Maraca e venceu nove, empatou uma e perdeu uma?

Bola de ouro. São Paulo. O soberano vive o melhor momento nesta temporada. Ao superar o líder Peixe, o time engatou a terceira vitória consecutiva. Com Daniel Alves e Juanfran, certamente vai poder sonhar mais alto no Brasileirão. Deve engatar o quarto triunfo contra o Ceará, no Morumbi.

Bola de latão. Corinthians. Uma aula de futebol pragmático contra o Saci colorado. Abdicou do ataque vergonhosamente. Passou os 90 minutos apenas se defendendo, irritando a Fiel. Lembrou os tempos do ‘empatite’. O time de Carille merecia ser castigado com um gol no último lance.

Bola de lixo. Peixe. A dívida a curto prazo do clube pulou de R$ 355 milhões em dezembro de 2018 para R$ 394 milhões em março deste ano. As chuteiras do Santos consomem R$ 13,6 milhões mensalmente – salários, direitos de imagem e encargos. Em 2018, as despesas atingiram R$ 9,5 milhões.

Bola sete. “Se a gente tivesse feito melhor o programado, teríamos feito bom jogo.
Pensei no horário, pensei em tudo e fiz uma equipe disciplinada. Saio satisfeito com o ponto aqui” (do ‘professor’ Fabio Carille, após o ‘oxo’ com o Saci colorado – vitória da retranca).

Dúvida pertinente. Rogério Ceni na casamata da Raposa: uma boa saída?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s