Lucas faz por merecer a convocação para defender a seleção na Copa América

Resultado de imagem para fotos lucas moura tottenham

De Cláudio Arreguy, no Ultrajano

Nem Messi nem Cristiano Ronaldo. Muito menos Neymar ou Philippe Coutinho. Para nós, brasileiros, o compatriota que se transformou em herói nesta Champions League de jogos loucos e deliciosos é um que não esperávamos. Pelo menos em relação aos últimos anos, mas não ao potencial.

Quando um certo Marcelinho surgiu, há coisa de uma década, no São Paulo, vislumbramos ali um candidato a craque. E o nome não vingou. Porque não se tratava de nenhum Marcelo. O paulistano habilidoso, veloz e de dribles fáceis logo assumiu sua identidade verdadeira. Lucas Rodrigues Moura da Silva era o cara. Logo integrado a uma espécie de triunvirato de novas sensações brasileiras, ao lado dos santistas Neymar e Paulo Henrique Ganso (este depois foi companheiro do são-paulino).

Antes de abordarmos a final da Liga dos Campeões da Europa, dia 1º de junho, no Wanda, estádio do Atlético de Madri, relembremos rapidamente o que se deu com Lucas desde que despontou como cometa no CT de Cotia. 

O São Paulo não vivia a agonia da falta de títulos quando o garoto se profissionalizou em 2010. Em mais de três anos com a camisa tricolor, foi o destaque do time, nome maior na conquista da Copa Sul-Americana em 2012. Medalha de prata olímpica para o Brasil em Londres’2012, era nome certo para o Mundial em nosso país em 2014. Ainda mais com a transferência para o emergente Paris Saint-Germain em 2013.

Não se pode dizer que Lucas tenha fracassado na Europa, depois de fazer 33 gols em 128 jogos pelo São Paulo. Em 229 partidas pelo PSG, balançou as redes 46 vezes. Ocorre que o clube francês tinha como estrelas máximas, uma em sequência da outra, personagens que atraem holofotes tanto dentro quanto fora do campo, muitas vezes até mais nos bastidores: Ibrahimovic e Neymar.

Na Seleção, as coisas começaram a empacar na Copa das Confederações de 2013. O time de Felipão consolidou um ataque com Hulk, Fred e Neymar. E o treinador se encantou com a “alegria nas pernas” de outro jovem: Bernard, que se destacava na campanha do Atlético-MG que resultaria no título da Libertadores. Um ano depois, na Copa do Mundo, se Lucas não chegava a brilhar no PSG, Bernard tampouco o fazia no Shakhtar Donetsk. Mesmo assim, Felipão foi fiel à memória da temporada anterior. Sobrou para o ex-são-paulino.

Com a ida de Neymar para o clube parisiense, que já tinha Cavani e ainda buscou no Monaco outro candidato a fenômeno, Mbappé, Lucas perdeu espaço e acabou indo para o Tottenham. Cuja dupla de ataque era a mesma da Seleção Inglesa que seria quarta colocada no Mundial de 2018 na Rússia: Delle Alli e Harry Keane. 

Situação que deixou o brasileiro fora dos planos de Tite para o Mundial. O atacante até teve algumas chances antes e depois da competição, mas não passou de quatro gols espalhados pelas 35 vezes em que vestiu a amarelinha (ou azulzinha) em sete anos de esparsas convocações.

Agora, 58 jogos e 16 gols depois, Lucas se transforma em sensação no Tottenham. Afinal, fazer três gols num jogo de Champions League ‒ sobretudo numa semifinal em Amsterdã com o Ajax local vencendo o primeiro tempo por 2 a 0 ‒ não é para qualquer um. Ele mais do que se consolida como arma para o duelo inglês com o Liverpool dos compatriotas Roberto Firmino e Fabinho. Às vésperas do 100º gol como profissional, Lucas, enfim, justifica o que dele se esperava.

Jogador que procura soluções próprias em campo não é comum. Poucos preenchem esse requisito, entre eles Neymar. Mas Lucas, desde o São Paulo, também é um desses. A careca precoce nos sugere de início que já tenha passado o seu tempo. Mas, com 26 anos, dá para acreditar que tenha longo tempo ainda pela frente para corresponder às expectativas que gerou desde os curtos dias de Marcelinho.

Lucas faz por merecer a convocação para a Copa América. Com a maturidade e o talento suficientes para assumir a responsabilidade e comprovar que não estavam errados aqueles que lhe previam um futuro brilhante no mundo da bola. Não dá para duvidar dele depois do feito protagonizado em Amsterdã.

XXXXXXXXXXXX

Resultado de imagem para fotos corinthians x flamengo

Goleada do Urubu. Se dependesse apenas do tilintar das moedas, o Flamengo já poderia comemorar a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O Urubu goleia o Corinthians. Nos últimos tempos, gastou 51 milhões de euros (R$ 228 milhões) em reforços, contra 6,5 milhões de euros (R$ 29,5 milhões) do coirmão. A folha de pagamentos do Rubro-negro gira em torno de R$ 15 milhões, R$ 4 milhões a mais que a do Corinthians. Gabigol ganha R$ 1,2 milhão por mês. Cássio e Fagner são os privilegiados do time paulista. Cada um embolsa R$ 520 mil.

Pitaco do Chucky. Bozo, o John Wayne do faroeste caboclo.

Guardiola ‘canastrão’. Os números provam: o ‘professor’ espanhol Pep Guardiola, do Manchester City, é um perna de pau das pranchetas. Em uma década, levantou apenas oito canecos. Um zero à esquerda na casamata. Pequeno aproveitamento de 81% nas principais ligas da Europa. Ganhou três em quatro com o Barcelona, três em três com o Bayern de Munique e dois em três com o Manchester City. Ao longo da carreira, 26 taças. Desempenho desprezível do treinador, que chegou a revelar desejo de comandar a amarelinha desbotada. Não o credencia nem a dirigir o Íbis.

Zé Corneta. Um pirulito ao campeão: quem é a Madre Teresa de Calcutá do Fox Sports Rádio.

Guardiola ‘canastrão’ 2. Na luta pelo título de 2017/18, o Manchester City cravou 100 pontos, recorde na Premier League. Na caminhada rumo ao bi, um assustador decréscimo técnico: 98 pontos, com direito a 14 vitórias consecutivas na reta final do campeonato. Graças ao discutido trabalho de Guardiola, o City acumula agora seis taças na galeria dos bambambãs ingleses. O Manchester United lidera, com 20. Um dos mandamentos do espanhol: ‘Não há nada mais perigoso do que não arriscar’.

Sugismundo Freud. Um mal pequeno é um grande bem.

Escárnio. Merece paulada sem dó a ridícula decisão da Globo de entregar o troféu ‘Craque do Jogo’ ao goleiro vascaíno Sidão. Desrespeitou o profissional. Expôs o atleta a uma situação lamentável, aceitável apenas em cabecinhas de ostra. Pior, só mesmo a posição da mídia caolha que culpou os torcedores. E do sindicato dos atletas que não se pronunciou.

Caiu na rede. Então, ficamos assim: mata primeiro e depois pede desculpa. Plim plim.

Imortal sem TV. Os torcedores do Grêmio dançam a milonga em ritmo de tango: os jogos com o Libertad, do Paraguai, pelas oitavas de final da Libertadores, serão mostrados apenas pelo Facebook. Nada de TV aberta ou fechada. A plim plim se dedicará a Flamengo x Emelec, enquanto o Fox Sports apostará em Palmeiras x Godoy Cruz, Saci colorado x Nacional e Flamengo x Emelec. No SporTV, a bola vai rolar para Raposa x River Plate e Furacão x Boca Juniors. O tiroteio do mata-mata começará em 23 de julho.

Gilete press. De Pedro Ivo Almeida, no Uol: “Palmeiras e Globo aproveitaram o sorteio das oitavas de final da Libertadores, no Paraguai, e voltaram a se reunir para tratar dos direitos de transmissão. O presidente alviverde, Mauricio Galiotte, conversou durante cerca de 20 minutos com o diretor global Fernando Manuel Pinto. Na visão dos envolvidos, no entanto, o caso não andou. O papo foi considerado cordial, mas ‘três ou quatro pontos’ exigidos pelo clube ainda estão pendentes e travam o andamento por um possível acerto – ainda considerado distante.” Black.

Ace. O soberano Tricolor e o Barueri, de José Roberto Guimarães, treinador bicampeão olímpico, acertaram parceria para disputar a Superliga feminina de vôlei. O técnico é torcedor do clube. A nova equipe vai se chamar São Paulo/Barueri.

Tititi d’Aline. Um dos moleques de Cotia que mais despertam a cobiça dos europeus, o atacante Antony continua recebendo o mesmo salário dos tempos de juniores. Xodó da torcida do soberano Tricolor, belisca R$ 15 mil por mês. É o titular da equipe que menos reforça a poupança. Já a multa rescisória do jogador gira em torno de 50 milhões de euros (R$ 220 milhões).

Você sabia que… o recorde de público do Brasileirão pertence à final Flamengo 3 x 0 Peixe, com 155.253 torcedores no Maraca?

Bola de ouro. Liga francesa. Os jogos da 37ª rodada do Campeonato Francês e da última jornada da segunda divisão serão marcados por apoio ao Dia Mundial contra a Homofobia, no próximo sábado. A liga dos jogadores profissionais convidou atletas, treinadores e assopradores de latinha a usar uma braçadeira especial, com as cores do arco-íris, símbolo LGBT.

Bola de latão. Fabio Carille. A teimosia é uma das principais marcas do ‘professor’ Tite. E, também, do discípulo Carille. É impressionante como insiste em manter alguns jogadores na equipe corintiana. Os meio-campistas Sornoza e Ramiro, por exemplo, sempre têm a preferência do treinador. Já passou da hora de o treinador falar menos e colocar o Corinthians para jogar mais.

Bola de lixo. Vitorio Piffero. O ex-presidente do Saci colorado foi convidado a se retirar do quadro social do clube por gestão temerária (falcatruas). A comissão de ética do Inter também deu um bico no ex-vice Pedro Affatato. Eles comandaram o clube em 2015/16. Os cartolas têm 15 dias para recorrer.

Bola sete. “Edmundo, 48 anos, que foi um bom atacante e é um dos recordistas em multas de trânsito, teve o seu processo de suspensão do direito de dirigir anulado pelo 2º Juizado Especial Fazendário do Rio. Acelera…” (do colunista Ancelmo Gois, no Globo – Edmundo Alves do Brasil!).

Dúvida pertinente. O que aconteceria se a plim plim entregasse o troféu ‘Craque do Jogo’ ao pitbull Felipe Melo depois de o palmeirense perder um pênalti e marcar um gol contra?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s