Clássico tico-tico sem fubá: Palmeiras e Peixe decepcionam e ficam no ‘oxo’

O esperado duelo entre o ‘sargento’ Felipão e o hermano Jorge Sampaoli, ou o embate entre o futebol pragmático e o jogo bonito, terminou em um mequetrefe ‘oxo’ na mansão Allianz Parque (33.980 pagantes/R$ 2.144.518). O confronto reuniu a defesa mais eficiente (Palmeiras, sete gols) e o ataque mais positivo (Santos, 16 tentos) do Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago.
Borja perde gol incrível no jogo entre Palmeiras e Santos

Em uma das poucas oportunidades criadas durante o jogo, Borja perdeu um gol incrível (foto). Já o goleiro Everson operou dois milagres em cabeçadas de Dudu e Gustavo Gómez no segundo tempo. Os santistas reclamaram com razão de um pênalti de Gustavo Gómez (braço na bola), ignorado por sua senhoria, o assoprador de latinha Flávio Rodrigues de Souza, aos 9 da etapa final.

Mais preocupado com a decisão da vaga na Sul-americana, contra o River Plate do Uruguai, nesta terça no Pacaembu, Sampaoli poupou quatro titulares – Vanderlei, Victor Ferraz, Carlos Sanchez e Jean Mota. Alison cumpriu suspensão. Sanchez e Mota entraram ao longo do segundo tempo.

Felipão também mudou a equipe palmeirense. Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima começaram no banco, assim como Ricardo Goulart, que substituiu Raphael Veiga na metade da segunda etapa. Bruno Henrique entrou no lugar de Moisés, lesionado. Mais uma vez, Dudu foi o destaque do time.

Marcação forte e raros momentos de inteligência prevaleceram no primeiro tempo do clássico. O Palestra tentou surpreender o Peixe com toques de rápido no meio de campo e viradas de jogo. Sem sucesso. Também abusou da ligação direta.

Contrariando a fama conquistado em outros duelos, o Santos se mostrou mais preocupado em girar a bola, sem verticalidade, infiltração. Só melhorou um pouco depois que começou a explorar mais o garoto Rodrygo pela direita. Nada, porém, que merecesse muita preocupação do goleiro Weverton.

A melhor chance (e única) foi do Palestra. Aos 42 minutos, Victor Luis desceu pela esquerda e cruzou. Borja, sozinho na pequena área, desperdiçou. O colombiano bateu mal e permitiu ao zagueiro Gustavo Henrique salvar a meta de Everson. Um ‘oxo’ merecidíssimo pelo futebol praticado pelos dois times.

Nem Felipão nem Sampaoli mudaram os times no intervalo. O Santos continuou com mais posse de bola e um pouco mais ousado. Os periquitos em revista apertaram o cerco e criaram as melhores oportunidades. Aí apareceu Everson com duas ótimas defesas em cabeçadas de Dudu (à queima roupa) e Gustavo Gomez.

Após as entradas de Ricardo Goulart e Bruno Henrique, o Palmeiras aumentaram a pressão, mas o Peixe conseguiu segurar o empate. Agora, o time da Baixada lidera o grupo A com 19 pontos. O Palestra comanda o B com 15.

xxxxxxxxxxxx

Pitaco do Chucky. São Paulo quer mudar perfil do time para voltar aos bons tempos… Seria muito melhor começar pela cartolagem.

Tabu corintiano. Se depender do retrospecto, o Corinthians pode amarrar o burro na sombra: há quase 28 anos, não perde do Botafogo de Ribeirão Preto, adversário deste domingo, pela oitava rodada do Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago. O último tombo corintiano diante da Pantera foi em 14 de agosto de 1991: 1 a 0, no estádio Santa Cruz. Desde então, o Corinthians acumulou 17 vitórias e seis empates. Ano passado, ganhou por 2 a 0. Líder do grupo C com 10 pontos, o Corinthians tenta a terceira vitória consecutiva – vem de triunfos sobre São Paulo e Avenida/RS. O tabu corre risco porque o ‘professor’ Fabio Carille deve poupar vários jogadores para o duelo contra o Racing, quarta-feira, pela Sul-americana. O Botinha, com apenas quatro pontos, é o lanterna do grupo D.

Zé Corneta. Duas semanas já se passaram do inferno que matou 10 garotos no Ninho do Urubu, além de ferir três, e o Flamengo se mantém em silêncio. E, para piorar, propõe acordo esdrúxulo aos familiares das vítimas. Uma vergonha!

Batata quente. Ídolo da torcida tricolor, o carismático CA de Barros e Silva recebeu o grupo de conselheiros da oposição ‘Força São Paulo’ para uma troca de ideias. A saber: demissão dos cartolas Raí e Alexandre Pássaro; desativação do CT da Barra Funda (profissionais treinariam em Cotia com os gritos); sócios e sócios-torcedores com direito a voto na eleição presidencial; e revisão do estatuto. O popular Leco agradeceu as sugestões. Um dia, quem sabe…

Sugismundo Freud. Muito dinheiro e pouca educação não combinam.

Joia da coroa. O atacante Rodrygo, negociado pelo Peixe ao Real Madrid, é a cereja do bolo dos jogadores mais valorizados do Brasileirão. Especializado no mercado de transferências, o site ‘Transfermarkt’ colocou o garoto no topo do ranking, avaliando seu talento em 40 milhões de euros (R$ 169 mi). Rodrygo foi contratado pelo time espanhol por 45 milhões de euros. Luan, do Grêmio, aparece em segundo, com 18 milhões de euros (R$ 76 mi). Ricardo Goulart, Dudu (Palmeiras), Éverton (Grêmio) e Pedrinho (Corinthians) dividem o terceiro lugar, com 15 milhões de euros (R$ 63,5 mi) cada. Em menos de um ano, o xodó da Fiel teve uma supervalorização de 10 milhões de euros. Os top 10 (em euros):

1) Rodrygo (Santos) – 40 milhões
2) Luan (Grêmio) – 18 milhões
3) Ricardo Goulart (Palmeiras) – 15 milhões
Dudu (Palmeiras) – 15 milhões
Éverton (Grêmio) – 15 milhões
Pedrinho (Corinthians) – 15 milhões
7) Arrascaeta (Flamengo) – 13 milhões
Gabigol (Flamengo) – 13 milhões
9) Éverton Ribeiro (Flamengo) – 10 milhões
10) Pedro (Fluminense) – 9 milhões

Pega ladrão! Os larápios da França descobriram uma nova fórmula para atacar. Eles esperam o PSG entrar em campo para visitar a casa do atleta. O brasileiro Daniel Alves foi a terceira vítima. Os amigos do alheio levaram joias e dinheiro. O atacante Choupo-Moting e o zagueiro Thiago Silva também já fizeram BO.

Caiu na rede. Corinthians e Flamengo entrarão em desvantagem no Brasileirão: VAR aprovado.

Pão de queijo. O Banco Renner pode carimbar o enxoval da Raposa. O patrocínio deve girar em torno de R$ 10 milhões por ano. O bispo Edir Macedo detém 49% das ações da instituição financeira, que está de olho em plataformas especializadas em crédito e pagamentos eletrônicos. O banco pretende atrair os sócios-torcedores do pão de queijo. Fala que eu te escuto.

Gilete press. Do ex-treinador e comentarista do SporTV ‘Muriçoca Ramalho, sobre a crise do soberano Tricolor. “As contratações foram boas, mas ainda não se juntaram. Eu vejo um erro de planejamento no começo da temporada. O Jardine é um grande formador de jogador, tem conhecimento, conceito. Mas no futebol tem uma coisa importante que é comando. E isso faltou bastante.” Na mosca.

Tititi d’Aline. Uma das joias da coroa do Mundial de 2014, com direito a devorar mais de R$ 1,6 bilhão em sacos de cimento, o estádio Mané Garrincha anuncia, com orgulho: 60 testemunhas assistiram a goleada do Real sobre o Santa Maria por 4 a 1, pela quinta rodada do Candanguinho. É o menor público desde a reinauguração do ‘elefante branco’ (capacidade para 72 mil pessoas). Os clubes dividiram a extraordinária renda de R$ 510.

Você sabia que… um mês e meio do salário do atacante Dudu seria suficiente para bancar a temporada do time feminino do Palmeiras, que consumirá R$ 1,5 milhão?

Bola de ouro. Messi. O hermano está demais. Simplesmente arrasador em sua 15ª temporada com a camisa do Barcelona. Um ET de chuteiras: 32 jogos, 33 gols e 18 assistências.

Bola de latão. Carioquinha. Apenas o Vasco, campeão da Taça Guanabara, fechou a disputa do primeiro turno do Carioquinha com lucro nas bilheterias: R$ 220 mil, graças à cota de uma partida realizada no Mané Garrincha, em Brasília.

Bola de lixo. Luis Paulo Rosenberg. O vice-presidente de marketing do Corinthians anda falando pelos cotovelos. Muito blá-blá-blá e pouca ação. Quer ser engraçadinho, mas não tem um pingo de talento para stand up.

Bola sete. “Lionel Messi é o segundo maior jogador de futebol de todos os tempos.
A cada jogo alguns centímetros a mais que Diego Maradona. Sem diminuir ninguém” (de Juca Kfouri, no Uol – há controvérsias).

Dúvida pertinente. O paraguaio Romero está fazendo falta ao Corinthians?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s