Bale devora sashimi e Real Madrid briga pelo tricampeonato mundial contra zebra árabe

O milionário Real Madrid deu um bico na zebra japonesa e ficou a 90 minutos (ou 120, se houver prorrogação) do tricampeonato mundial de clubes da mamãe Fifa. O time espanhol derrotou o Kashima Antlers por 3 a 1, no Zayed Sports City, e decidirá o caneco contra o Al Ain, que despachou o River Plate na abertura das semifinais. O grito de campeão sairá neste sábado, em Abu Dhabi. A bola rolará a partir das 14h30. Antes, hermanos e japoneses brigarão pelo terceiro lugar.

Gareth Bale foi a grande estrela do Real Madrid. O galês marcou os três gols. O lateral brasileiro Marcelo também se destacou no triunfo da equipe espanhola, que aterrissou em baixa nos Emirados Árabes, pois disputa uma temporada muito irregular no campeonato nacional e na Champions. Doi assinalou o gol do Kashima.

O time japonês até chegou a perturbar o goleiro Courtois no início da partidas. Aos poucos, porém, o Real Madrid foi impondo seu toque de bola e dominou o adversário. Embora dono do espetáculo, só abriu o placar na bacia das almas do primeiro tempo. Aos 44, Bale recebeu de Marcelo e fuzilou o goleiro Sun Tae.

Na segunda etapa, o Real Madrid precisou apenas de 10 minutos para liquidar o Kashima. Aos 8, a zaga japonesa lembrou os bons momentos dos Trapalhões e permitiu o segundo gol de Bale. Um minuto depois, Marcelo colocou o galês na cara do gol e pimba na caxirola: 3 a 0.

O Real Madrid puxou o freio de mão, consciente de que a partida estava liquidada, e o Kashima diminuiu com Doi, aos 33. Sua senhoria, o assoprador de latinha brasileiro Wilton Pereira Sampaio, só confirmou o tento depois de consultar o VÁR, porque o bandeirinha havia assinalado impedimento, erradamente.

O time do ‘professor’ Santiago Solari terminou com 17 finalizações a favor contra sete do Kashima. Depois de superar Kashima Antlers (2016) e Grêmio (2017), o Real Madrid vai encarar na final o representante do país sede, responsável por tirar o River Plate. O time espanhol lutará pelo sétimo caneco mundial.

xxxxxxxxxxxx

Pitaco do Chucky. Não tem mais bobo no futebol, só jornalista metido a pai de santo em mesa-quadrada.

Pé de obra. O Corinthians decidiu recorrer ao sucesso do bico das chuteiras do poderoso Fluminense nos últimos tempos para dar um banho de alegria na Fiel. Virou uma filial das Laranjeiras: Henrique, Douglas, Richard e Sornoza, a última aquisição por 2,5 milhões de euros (R$ 11,1 milhões).

Zé Corneta. Ganhar do Boca é fácil, quero ver derrotar o Al Ain.

Bebum. O lobby dos clubes funcionou: os deputados gaúchos aprovaram por 25 votos contra 13 a venda de bebidas alcoólicas nos estádios do Rio Grande do Sul. O projeto do parlamentar Gilmar Sossella (PDT) prevê a comercialização até o intervalo e depois do jogo. A lei depende agora da sanção do governador. A venda está proibida desde 2008.

Sugismundo Freud. As coisas boas são lembradas, as más são sentidas.

Lotomania. O pires na mão é uma terrível realidade no terreiro do Galo. O clube ofereceu ao zagueiro Réver, 33 anos, apenas R$ 500 mil mensais por um contrato de três temporadas. Ou módicos R$ 6 milhões por ano. Ou irrisórios R$ 18 milhões até o final do acordo. Réver ganha R$ 400 mil por mês no Flamengo, que não pensa em cobrir a proposta dos mineiros.

Enxoval maldito. Os torcedores do River Plate já encontraram uma muleta para tentar justificar o vexame da eliminação do Mundial da mamãe Fifa: a camisa azul. Há algumas semanas, o campeão da Libertadores também usou o mesmo enxoval na Copa da Argentina contra o Gimnasia La Plata e perdeu o caneco nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal. A história se repetiu diante do Al Ain, nos Emirados Árabes. Nos dois embates, o River dançou nas semifinais.

Caiu na rede. Conmebol ou Bressan, do que o River sentiu mais falta contra o Ai Ain?

Zapping. O SporTV estreia neste sábado, às 21 horas, o programa ‘Grande Circulo’, comandado pelo narrador Milton Leite. O pontapé inicial será com o ‘professor’ Tite, da amarelinha desbotada. No dia 29, irá ao ar um papo com Kaká.

Gilete press. De Carolina Canossa, no Uol: “A Justiça do Paraná determinou o bloqueio das contas bancárias e de quatro automóveis do levantador Ricardinho por conta de uma denúncia de desvio de verbas públicas. O bloqueio também vale para a sogra do jogador, Carmen Panza, e do clube que ele é presidente, o Maringá Vôlei. De acordo com o Ministério Público, a prefeitura de Maringá teria repassado ao Maringá Vôlei R$ 880 mil para dois eventos em 2014: Liga Mundial e Copa Brasil. Porém, foram justificados apenas R$ 204 mil. Segundo a acusação, há provas de que R$ 255 mil foram parar em contas de Ricardinho e Carmen. O MP diz ainda que o advogado do clube, Rogério Rodrigues, teria sacado R$ 550 mil. O dinheiro da bilheteria, cerca de R$ 325 mil, também teria sumido.” Que festa!

Bruna Griphao usa biquíni preto nada básico!  — Foto: Reprodução Instagram / Bruna Griphao

Tititi d’Aline. As marias-parafina curtem um ‘caldo’: o bicampeão mundial de surfe Gabriel Medina, 24 anos, está trocando figurinhas carimbadas com a atriz Bruna Griphao, 19 (foto). A troca de chamegos começou no fim de novembro, em Maresias. Bruna participou da novela ‘Orgulho e paixão’.

Você sabia que… o campeão da Libertadores não vai à decisão do Mundial há quatro anos?

Bola de ouro. Ana Marcela Cunha/Isaquias Queiroz. A maratonista aquática e o canoísta foram eleitos os atletas de 2018 por jornalistas, cartolas e personalidades do esporte. Eles receberam o troféu durante a festa do Prêmio Brasil Olímpico, que também definiu os bambambãs de cada modalidade.

Bola de latão. Paulistinha. Passa ano, entra ano, e nada muda: o enfadonho campeonato começará em 19 de janeiro e terminará em 21 de abril. Uma maratona de jogos inexpressivos, exceção de alguns clássicos.

Bola de lixo. River Plate. Vexame histórico no Mundial de clubes da mamãe Fifa. Rebolou e dançou diante de um limitado Al Ain. A eliminação dos hermanos é um reflexo da decadência do futebol sul-americano.

Bola sete. “Quem não quer jogar no Corinthians? Gosto de desafios e, se Deus quiser, vou ser campeão. É um presente de Natal antecipado” (do meio-campista equatoriano Sornoza, 24 anos, novo reforço corintiano – a conferir).

Dúvida pertinente. River Plate, decime qué se siente?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s