‘Patinho feio’ Corinthians despacha Flamengo e decide caneco com a Raposa

Corinthians e Raposa decidirão o título da Copa do Brasil. A equipe corintiana derrotou o Flamengo por 2 a 1 e lutará pelo tetra – no jogo do ‘new Maraca’, deu ‘oxo’. Já o pão de queijo despachou o Palmeiras no empate de 1 a 1 e brigará pelo hexa – na mansão Allianz Parque, o Cruzeiro ganhou por 1 a 0. As finais serão realizadas em 10 e 17 de outubro. A ordem do mando de campo será conhecida em sorteio no Circo Brasileiro de Futebol, nesta quinta. O campeão receberá R$ 50 mil de prêmio, e o vice, R$ 20 mil.

Corinthians x Flamengo, Pedrinho

No Itaquerão, minha casa minha vida (44.249 pagantes/R$ 3.663.322,30), o Corinthians, considerado o ‘patinho feio’ das semifinais, levou a Fiel à loucura com um triunfo sobre o Rubro-negro. O time saiu na frente com um gol de Danilo Avelar aos 13 minutos de jogo, após ótimo lançamento de Jadson. O Urubu empatou aos 17: Pará cruzou e o zagueiro Henrique marcou contra.

No segundo tempo, Pedrinho (foto), que havia acabado de entrar no lugar do apenas ciscador Clayson, garantiu a vitória e classificação para a final. Na bacia das almas, Pará mandou uma bola na trave de Cássio.

Ainda no primeiro tempo, o Corinthians perdeu Fagner, lesionado, aos 22. O volante Gabriel foi improvisado na lateral direita. No segundo, também machucado, Mateus Vidal saiu e entrou Araos. Ao longo do embate, o Flamengo trocou Diego (contundido) por Vitinho, Arão por Lincoln e Henrique Dourado por Marlos Moreno.

Com a vitória, o Corinthians manteve um tabu de 12 anos sem perder para o Flamengo na capital paulista. A última derrota aconteceu no Brasileirão de 2006 – 2 a 0 em 4 de junho. A equipe corintiana coleciona agora sete triunfos e dois empates. O Urubu venceu como visitante em 2009, mas a partida foi disputada em Campinas. Em mata-matas, o placar indica Corinthians 2 x 3 Flamengo.

No Mineirão, a Raposa precisava apenas de um empate contra o Palmeiras e conseguiu. O atacante argentino Barcos, ex-Palestra, abriu o placar aos 26 minutos de jogo, após driblar o goleiro Weverton. O gringo também correu para o abraço na vitória por 1 a 0. De cabeça, Felipe Melo empatou aos 5 do segundo tempo.

Com o fracasso, o Palestra deixou de sonhar com a tríplice coroa. Agora, só pode fazer a festa na Libertadores e no Brasileirão.

Depois da partida, os jogadores quebraram o pau. O atacante Sassá, do Cruzeiro, e o lateral Mayke, do Palmeiras, trocaram socos e foram expulsos (foto). O lateral Diogo Barbosa, do Palmeiras, também recebeu cartão vermelho.

Mayke, do Palmeiras, e Sassá, do Cruzeiro, brigam após o jogo  — Foto: Fernando Calzzani / Photopress / Estadão Conteúdo

As lamentáveis cenas de pugilato prosseguiram no caminho dos times para o vestiário. O ‘sargento’ Felipão chiou barbaridades e ameaçou: ‘Vocês vão lá no domingo (Pacaembu). Esperem sentadinhos…’ Palmeiras e Raposa jogarão pelo Brasileirão. Nas arquibancadas, a torcida palmeirense brigou com a PM.

xxxxxxxxxxxx

Pitaco do Chucky. Preso, o ex-deputado federal Eduardo Cunha (MDB/RJ) pediu votos à filha Danielle, candidata a uma vaga na Câmara, ‘como se fosse para mim’. Fala sério!

Sombra e água fresca. O zagueiro brasileiro Luisão, 37 anos, resolveu trocar a bola pelo dolce far niente. Depois de 522 jogos pelo Benfica, sendo mais de 400 como capitão, Luisão se aposenta como o jogador com mais títulos da história do clube: seis Campeonatos Portugueses, três Copas de Portugal, sete Copas da Liga e quatro Supercopas. Ele foi contratado em 2003/04. Revelado pela Raposa, chegou a defender a amarelinha desbotada.

Zé Corneta. Por amor ao país, o presidenciável Henrique Meirelles (MDB) já investiu R$ 45 milhões na corrida pelo voto.

Chapa quente. “O Cristiano Ronaldo chega em casa e faz 150 abdominais; eu gosto de acender o carvão para fazer um churrasco” – saudável justificativa do argentino Daniel Osvaldo após a troca da chuteira por uma banda, a ‘Barrio Viejo’, que toca em bares de Barcelona. Ele se aposentou com 30 anos, em 2016, depois de defender Fiorentina, Roma, Juventus, Inter de Milão, Espanyol, Porto e Boca Juniors, além da seleção italiana, quando se naturalizou. Daniel Osvaldo reconhece que poderia ter faturado muito mais se continuasse no futebol, mas não se arrepende: “O Messi vive numa prisão de ouro. A liberdade não tem preço.”

Sugismundo Freud. Todos os obstáculos sempre viram histórias.

Irmãos Coragem. O ‘professor’ Jair Ventura pode ter seu trabalho questionado na casamata do Corinthians, mas é um excepcional defensor da ‘política da boa vizinhança’. Ele colocou para escanteio Osmar Loss, Fabinho e Coelho, triunvirato que mandava prender e soltar até a derrota para o Ceará. Os três foram avisados que não seguirão mais com o time em jogos como visitante. Rebaixamento sumário. A missão agora é de Emílio Faro, auxiliar de sua confiança. Loss vai aproveitar o tempo livre para fazer estágio em clubes europeus. Ele ainda é o queridinho do mandachuva e raios
Andrés ‘Desmanchez’.

Caiu na rede (by ‘Olé do Brasil’). Oficial: em jogos do Boca, juiz poderá gritar ‘é um assalto’ em vez de apitar.

Papai Noel. A castanha e o panetone estão garantidos na ceia de Natal do zagueiro Lúcio. Depois de uma troca de amabilidades na Justiça, o campeão mundial em 2002 topou a proposta do soberano São Paulo para fechar a conta: receber R$ 305 mil, referentes a direitos de imagem atrasados. Lúcio defendeu o Tricolor em 2013.

Zapping. Principal liga de basquete do Brasil, o NBB deixará de encestar no SporTV. Pouco retorno de publicidade e audiência. Fox e ESPN podem entrar no garrafão.

Rei do hambúrguer. Pentacampeão brasileiro e xodó da torcida do Londrina na Série B, o atacante Dagoberto, 35 anos, também vive ótimo momento nos negócios: é dono de uma rede de hamburguerias em Curitiba. O jogador tem quatro.

Gilete press. De Mauro Cezar Pereira, na ESPN: “A imprensa contribuiu com o conformismo ante a mediocridade (ou menos que isso) do futebol jogado por aqui. Seguimos a discutir basicamente em cima dos resultados. E vitórias magras de times caros sobre os mais modestos em atuações abaixo do razoável seguem tratadas como ‘épicas’.” Na mosca.

Tititi d’Aline. O Barcelona e a Nike decidiram comemorar em grande estilo a parceria de duas décadas. O clube espanhol lançará um enxoval com ‘retalhos’ de uniformes do time nos últimos 20 anos. De acordo com o site inglês ‘Footy Headlines’, a camisa ‘Frankenstein’ será apresentada em outubro, nas cores azul e grená. A gola lembrará a bandeira da Catalunha – foi usada em 2015, quando o Barcelona venceu a Champions. Não há previsão de que o clube utilize o modelo em jogos oficiais.

Você sabia que… há 12 anos o Flamengo não derrota o Corinthians na Pauliceia desvairada?

Bola de ouro. Modric/Marta. O croata do Real Madrid quebrou uma hegemonia de 10 anos da dupla Messi-CR7 e ganhou The Best, prêmio da mamãe Fifa ao rei da chuteira na temporada. Já a atacante brasileira do Orlando Pride, dos EUA, faturou pela sexta vez o troféu de rainha.

Bola de latão. Gol Puskas. O egípcio Mohamed Salah, com um tento anotado no clássico Liverpool x Everton, derrotou a sensacional bicicleta do gajo Cristiano Ronaldo no embate Real Madrid x Juventus. Um absurdo!

Bola de lixo. Messi/Cristiano Ronaldo. A dupla foi coroada com o ‘Troféu Jiló’: não deu as caras na festa da mamãe Fifa. Um show de fair play em dor de cotovelo.

Bola sete. “Entre Modric e Cristiano Ronaldo, quem você escolheria para o seu time? Ou entre ele e Lionel Messi. As respostas são o CR7 e Messi” (de Juca Kfouri, no ‘Uol’ – fato).

Dúvida pertinente. The Best na Copa do Brasil: Corinthians ou Raposa?

O que você achou? jr.malia@bol.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s