Felipe Melo joga contra, mas Palmeiras garante classificação na raça

O volante Felipe Melo, um xerife sem brilho na estrela, fez de tudo para garantir as emoções e colocar em risco a classificação do Palmeiras às quartas de final da Libertadores. Aos 3 minutos de jogo, ele atingiu violentamente Victor Cáceres, do Cerro Porteño, e foi expulso por sua senhoria, o assoprador de latinha hermano German Delfino.

A princípio, o juiz deu apenas cartão amarelo ao palmeirense. Ao ver Cáceres se contorcendo no gramado, com um corte na perna, Delfino mandou Felipe Melo para o chuveiro. Em 36 jogos oficiais nesta temporada, o volante já levou 20 cartões (18 amarelos e dois vermelhos) e sempre foi abençoado pela cartolagem. Na carreira, já foi expulso 23 vezes, segundo o Palmeiras.

Com 10 em campo, o Palestra foi envolvido pelos paraguaios em boa parte do jogo e passou sufoco para garantir a vaga, principalmente depois de tomar o gol de Arzamendia, aos 11 minutos do segundo tempo, na mansão Allianz Parque (33.204 pagantes/R$ 2.913.369,38).

Após a derrota (1 a 0) com sabor de vitória, o ‘sargento’ Felipão vibrou muito e abraçou cada jogador. Por ter vencido o primeiro tiroteio do mata-mata das oitavas por 2 a 0, na casa do inimigo, o Palestra poderia perder por até um gol de diferença.

O esquema montado por Felipão foi para o ralo com a intempestiva atitude de Felipe Melo. No primeiro tempo, a equipe palmeirense ainda deu trabalho aos paraguaios, explorando os contragolpes e marcando forte.

Na etapa final, o treinador Fernando Jubero sacou o volante Cáceres, colocou o atacante Haedo Valdez e partiu para a pressão. Mas só chegou ao gol por acaso, com a contribuição do goleiro Weverson. O lateral Arzamendia recebeu na esquerda e, sem ângulo, tentou o cruzamento. A bola, porém, foi ao gol e surpreendeu Weverton. Havia 10 partidas que o Palmeiras não tomava um gol.

Antes da festa paraguaia, um susto: o meia Rodrigo Rojas disputou uma bola de cabeça com o palmeirense Borja, caiu no gramado com a testa sangrando e perdeu a consciência por alguns instantes. Deixou o campo de ambulância. Rojas passa bem, segundo integrantes da delegação do Cerro Porteño.

Sentindo que a vaga poderia ir para o beleléu, Felipão trocou o centroavante Borja pelo volante Thiago Santos. E fechou o time com duas linhas de quatro à frente de Weverton. Apenas Willian ficou o ataque.

Aos 22 minutos, após contra-ataque, Willian chutou forte da entrada da área e Antony Silva praticou excelente defesa. Pouco depois, Deyverson substituiu Willian. Na bacia das almas, Deyverson se desentendeu com alguns paraguaios e foi expulso. O zagueiro Marcos Cáceres também recebeu o vermelho.

O adversário do Palmeiras nas quartas será o Colo Colo, que eliminou o Corinthians. Para sorte dos periquitos em revista, Felipe Melo está suspenso do primeiro duelo, em Santiago.

O que você achou? jr.malia@bol.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s