Messi perde pênalti e Cristiano Ronaldo sai na frente com goleada por 3 a 0

Messi segue confiante na Argentina, mas lamenta falha:
Messi, uma estreia na Copa para esquecer 

‘Só bate quem erra’ – o filósofo Mateus não só perdeu um pênalti para o Caxias na final do primeiro turno do Gauchinho de 2012, contra o Novo Hamburgo, como também entrou para o folclore da pátria das chuteiras furadas ao confundir alhos com bugalhos, trocar as bolas de ‘só erra quem bate’.

Certamente Lionel Messi também será lembrado ‘ad aeternum’ por ter desperdiçado uma cobrança na estreia da Argentina na Copa, contra a Islândia, principalmente se a seleção for eliminada na fase de grupos.

O astro parou nas luvas do goleiro Halldórson, aos 19 minutos do segundo tempo, e o duelo entre Golias e David terminou 1 a 1. “O pênalti mudaria tudo e por isso me sinto responsável pelo resultado. Mas não temos que ficar malucos. A Copa está apenas começando”, afirmou Messi.

Cobrador oficial da seleção, o atacante agora coleciona três pênaltis perdidos em 16 batidas. Os outros fracassos foram nos amistosos contra a Alemanha em 2012, quando Neuer defendeu, e diante do Brasil em 2014, com Jefferson saindo como herói.

Messi entrou em campo pressionado pela excepcional atuação do arquirrival Cristiano Ronaldo, autor de três gols no histórico Portugal 3 x 3 Espanha. Todos estavam antenados no argentino, queriam saber como reagiria após o show de CR7. E Messi decepcionou.

Não apenas pelo pênalti, mas por uma atuação discreta. Sucumbiu à ótima marcação da Islândia. O gol de Aguero, logo aos 19 minutos de jogo, deixou uma falsa impressão de que não seria tão complicada a vitória. A defesa, porém, entregou o ouro e Finnbogason empatou aos 23. Messi teve a chance de garantir o triunfo, mas chutou mal o pênalti.

A pressão sobre o atacante do Barcelona aumentará. Além de carregar o peso de uma geração que não faturou nada, Messi também encarou uma goleada na primeira rodada da Copa: 3 a 0 para CR7, com louvor, já que o gajo enfrentou um desafio muito maior. A ‘Pulga’ ficará no olho do furacão até o jogo de quinta, contra a Croácia.

No encerramento da primeira rodada do grupo D, a Croácia derrotou a Nigéria por 2 a 0 e assumiu a liderança com três pontos, deixando bem encaminhada a classificação às oitavas de final. Argentina e Islândia têm um, e os nigerianos, zero.

############

Pitaco do Chucky. Usar amarelo ou não, eis a questão!

Canarinho de R$ 2,7 bi. O sonho do hexa está depositado num pé de obra avaliado em 625 milhões de euros (R$ 2,7 bilhões), ou seja, na equipe que deverá estrear na Copa do Mundo contra a Suíça, no 4-1-4-1 do ‘professor’ Tite: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Willian, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. Por compartimentos, a porta da esperança indica 142 milhões de euros na defesa: Alisson – 45 mi; Danilo – 18 mi; Miranda – 9 mi; Thiago Silva – 10 mi; e Marcelo – 60 mi. O cão de guarda Casemiro está cotado em 60 mi. Daí para frente, o bicho pega: Willian – 32 mi; Paulinho – 40 mi; Philippe Coutinho – 100 mi; e Neymar – 180 mi. Já o menino Jesus vale 70 mi, de acordo com o Transfermark, site especializado em mercado de transferências.

Canarinho de R$ 2,7 bi 2. Na soma dos 23 atletas, a amarelinha desbotada é a terceira mais valiosa, com 1,25 bilhão (R$ 5,4 bilhões), atrás da França (1,4 bi/R$ 6,1 bi) e Inglaterra (1,3 bi/R$ 6 bi). O levantamento é do CIES Football Observatory. As outras seleções do top 10 são: Espanha (965 milhões de euros), Argentina (925 mi), Alemanha (895 mi), Bélgica (835 mi), Portugal (656 mi), Uruguai (529 mi) e Croácia (416 mi). A cotação dos adversários da amarelinha desbotada no grupo E: Suíça – R$ 1,07 bilhão; Costa Rica – R$ 213 milhões; e Sérvia – R$ 1,3 bilhão. O valor dos 736 inscritos na Copa chega a 12,6 bilhões (R$ 54,9 bi).

Zé Corneta. A Pachecada está em prantos: 53% dos brasileiros não têm interesse na festa russa, segundo o Datafolha.

Gênio português. É a mais pura e verdadeira constatação: Cristiano Ronaldo, o LeBron James da seleção portuguesa. A exemplo da fera do Cleveland Cavaliers, o gajo carrega o time nas costas, prova que uma andorinha só pode muito bem fazer um verão, principalmente numa casa portuguesa de chuteiras limitadas. Com os gols marcados contra a Espanha, Cristiano Ronaldo entrou para o seleto grupo de jogadores que correram para o abraço em quatro Copas: Pelé (1958/62/66/70) e os alemães Uwe Seeler (1958/62/66/70) e Miroslav Klose (2002/06/10/14). CR7 também fez a festa em 2006/10/14. Outro feito: marcou gols em nove torneios internacionais consecutivos – quatro Eurocopas, quatro Mundiais e uma Copa das Confederações.

Sugismundo Freud. O que nos fere é o que nos cura.

Alerta ao rebanho. A comissão técníca da amarelinha desbotada comunicou ao rebanho convocado para a Copa que cultos evangélicos, missas e outros segmentos religiosos estão proibidos na concentração. Segue os mesmos passos da época do ‘professor’ Dunga. Objetivo: evitar que o diabo se instale no ambiente com a formação de grupos antagônicos. Nas folgas, seja o que Deus quiser.

Caiu na rede. Croácia manda recado a Messi: segue o líder.

Zapping. Prepare o controle remoto: o blá-blá-blá será infernal nas TVs fechadas ao longo da Copa. Até unha encravada servirá de tema para os debates, principalmente nas emissoras barradas no baile.

Gilete press. De Ancelmo Gois, no ‘Globo’: “Marcelo, o melhor lateral esquerdo do mundo, é o garoto-propaganda de uma coleção de sandálias da Kenner, a M12. O craque da seleção diz que, quando pequeno, sonhava em ter o chinelo da marca no pé, mas a família não tinha dinheiro.” A vida é bela!

Tititi d’Aline. O ‘pofexô’ Vanderlei Luxemburgo resolveu investir parte da poupança numa cachaçaria. O ‘mestre dos mestres’ comprou a Brejo dos Bois, em Arapiraca. A marca é das mais conhecidas na região.

Você sabia que… o gajo Cristiano Ronaldo acumula 657 gols em torneios oficiais, com 450 pelo Real Madrid, 118 pelo Manchester United, 5 pelo Sporting e 84 pela seleção portuguesa?

Bola de ouro. Cristiano Ronaldo. É o grande astro da Copa até agora. Que o diga a Espanha! O gajo brilha como nunca.

Bola de latão. Fluminense. Cansado de conviver com salários atrasados e promessas não cumpridas da cartolagem, o ‘professor’ Abel Braga limpou o armário nas Laranjeiras. Ele assumiu a casamata tricolor pela terceira vez em dezembro de 2016. Neste ano, Abelão dirigiu a equipe em 34 jogos, com 14 vitórias, oito empates e 12 derrotas. O Fluminense ocupa o décimo-segundo lugar no Brasileirão, com 14 pontos. Não vence há cinco jogos no campeonato.

Bola de lixo. J.J. Hickson. O ex-jogador da NBA foi preso sob a acusação de assalto à mão armada na Geórgia. De acordo com as autoridades, o crime foi violento, com agressões à vítima dentro da residência. Hickson, 29 anos, começou a carreira em Cleveland com os Cavs e jogou ao lado de LeBron James de 2008 a 2010. O ex-atleta atuou pela última vez na liga com os Wizards, na temporada 2015/16. Ele defendeu cinco equipes em uma década de NBA.

Bola sete. “Eu fui muito ajudado por ele (zagueiro). A bola entrou, mas tanto faz marcar com a orelha ou o pé” (do francês Pogba, que garantiu a vitória sobre a Austrália por 2 a 1 – ‘rei Dadá’ que o diga).

Dúvida pertinente. Duzentos milhões em ação, pra frente Brasil, salve a Seleção?

O que você achou? jr.malia@bol.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s