Roletrando: Real Madrid e Liverpool lutam por caneco e `mimo` de R$ 65 mi

Os torneios organizados pela Uefa são de uma pobreza inacreditável. A Champions, a Liga Europa e a Supercopa produziram parcos 2,3 bilhões de euros (R$ 10 bilhões) nesta temporada.
Consequência do miserê: apenas 1,9 bilhão de euros (R$ 7,6 bilhões) teve como destino a conta bancária dos clubes, um aumento de 500 milhões de euros, ou R$ 2 bilhões, em relação ao triênio anterior. Já as categorias de base ganharam um reforço de 200 milhões de euros (R$ 800 milhões).
Os 32 times que começaram a Champions garantiram 12,7 milhões de euros (R$ 50 milhões), mesmo levando uma coça em todos os jogos da fase de grupos. Quem obteve triunfo papou mais 1,5 milhão de euros (R$ 6 milhões) por jogo; empate significou mais 500 mil euros (R$ 2 milhões).
As 16 equipes que se classificaram para as oitavas de final receberam mais 6 milhões de euros (R$ 24 milhões). Quem passou às quartas assegurou mais 6,5 milhões de euros (R$ 26 milhões), e os semifinalistas, mais 7,5 milhões de euros (R$ 30 milhões) cada.
Neste sábado, em Kiev, o campeão (Real Madrid ou Liverpool) levantará a taça e ainda colocará mais 15,5 milhões de euros (63 milhões) no cofrinho. O vice receberá 11 milhões de euros (R$ 44 milhões).
Nesta temporada, a Champions arrecadou 1,1 bilhão de euros (R$ 4,5 bilhões) a mais, totalizando 3,4 bilhões de euros (R$ 13,6 bilhões). Somados todos os benefícios (direitos de TV, publicidade etc.), o toma lá dá cá ao campeão pode chegar a 100 milhões de euros (R$ 400 milhões).
Se um time da pátria das chuteiras furadas ganhar o estadual, a Copa do Brasil, o Brasileirão, a Libertadores e o Mundial da mamãe Fifa colocará no bolso R$ 145 milhões. Ano passado, o heptacampeão brasileiro Corinthians mergulhou numa farra de R$ 18 milhões. Não deve mesmo ser fácil sobreviver no pobre futebol europeu.
############

Pitaco do Chucky. Loss, a primeira vez a gente nunca esquece: sapatada ‘millonaria’.

Fila de espera. Acabou o mistério. O ‘professor’ Tite revelou os 12 jogadores que ficarão na expectativa de ganhar uma chance na amarelinha desbotada se um dos 23 convocados sofrer uma lesão e for cortado da Copa. Três jogadores nunca foram chamados pelo treinador: Dedé, Maicon e o garoto Lucas Paquetá. Outros, como o Dudu e Rodriguinho, tiveram poucas chances. A comissão técnica queria evitar discussões sobre os 12 nomes para não atrapalhar o trabalho dos 23 chamados na primeira leva. Mas os nomes foram aparecendo na mídia e Tite decidiu acabar com o suspense, aposentar o papel de Alfred Hitchcock tupiniquim.

Fila de espera 2. A comissão técnica resolveu dar preferência aos jogadores que estão no país porque os ‘estrangeiros’ já estão de férias. O centroavante Willian José, que surpreendeu ao ser chamado para o último amistoso, dançou. Também Talisca ficou fora. Se algum dos 23 convocados se machucar, Tite pode substituí-lo até 16 de junho. A lista:

Neto (goleiro, Valencia)
Rafinha (lateral-direito, Bayern de Munique)
Dedé (zagueiro, Cruzeiro)
Rodrigo Caio (zagueiro, São Paulo)
Alex Sandro (lateral-esquerdo, Juventus)
Arthur (volante, Grêmio)
Maicon (meia, Grêmio)
Rodriguinho (meia, Corinthians)
Giuliano (meia, Fenerbahce)
Lucas Paquetá (meia, Flamengo)
Luan (meia-atacante, Grêmio)
Dudu (atacante, Palmeiras)

Zé Corneta. Caiu em itaquera, já era: uma vitória e duas derrotas. A Fiel sorri à toa.

Zapping. O SporTV segue na liderança do ibope entre os canais esportivos da TV paga. Fechou abril com 0,86 ponto. É o terceiro mais visto do país entre 7 horas e meia-noite, de acordo a Kantar Ibope Media. O Fox Sports cravou 0,44 ponto no 10º lugar geral das emissoras por assinatura, segundo o colunista Ricardo Feltrin, do ‘Uol’. Com 0,25, a ESPN Brasil fechou na 19ª posição.

Sugismundo Freud. O pavão de hoje pode ser o espanador de amanhã.

Casal 20: tchibum. O casamento entre o técnico Shane Tusup e a nadadora húngara Katinka Hosszu, a Dama de Ferro das piscinas, subiu no telhado. A separação ganhou destaque na mídia internacional depois de a atleta anunciar a separação. O treinador americano recorreu às redes sociais e confessou ter sido traído por Katinka com o Daniel Dudas, colega de treinamento. “Depois de dedicar 10 anos de minha vida a ela, agora fica claro que fui manipulado e enganado. Nosso relacionamento foi construído em uma grande mentira”, Tusup, o último a saber. Na Rio-16, Katinka ganhou três medalhas de ouro e uma de prata.

Caiu na rede. Flamengo, falso brilhante.

Na tela. A história dos 17 anos do goleiro Buffon a serviço da Juventus deverá virar filme. Produtores italianos acreditam que o ídolo da Velha Senhora poderá render um ótimo trabalho. Buffon despediu-se da Juve no último fim de semana.

Gilete press. De Douglas Ceconello, no ‘Globo.com’: “Em um gesto de grandeza e empatia, os capitães das seleções da França, Austrália e Dinamarca assinaram uma carta enviada à Fifa pela federação internacional dos jogadores de futebol, solicitando a liberação do peruano Paolo Guerrero para disputar a Copa do Mundo. As três seleções são rivais do Peru na fase de grupos. Mesmo que a carta não provoque o efeito esperado, mostra uma compreensão da situação e uma sensibilidade que parecem sequer passar perto de quem se deveria esperar um movimento incisivo neste sentido: as demais seleções sul-americanas classificadas para a Copa (Brasil, Uruguai, Colômbia e Argentina) e seus principais personagens.” No alvo.

Tititi d’Aline. Daqui não saio, daqui ninguém me tira: recado do zagueiro colombiano Mirna aos interessados de plantão, como o Palmeiras. O jogador garante que não pensa em deixar o Barcelona, ‘o melhor time do mundo’, apesar das poucas oportunidades que teve durante a temporada.

Você sabia que… a mamãe Fifa distribuirá US$ 210 milhões (R$ 830 milhões) aos clubes que cederem atletas para as 32 seleções da Copa?

Bola de ouro. Fabio Carille. Vai deixar saudade na Fiel. Competente e trabalhador.

Bola de latão. Deyverson. A maioria dos torcedores palmeirenses (22.831 pagaram ingressos) deixou a mansão Allianz Parque, após o empate com o Coelho pela Copa do Brasil, com uma certeza: o centroavante é o Kazim do ninho dos periquitos em revista. Deyverson falhou no domínio da bola, perdeu um gol incrível e a galera vibrou muito quando foi sacado para a entrada de guerra.

Bola de lixo. Vincenzo Iaquinta. O ex-jogador da Juventus e Azzurra foi condenado a seis anos de prisão por envolvimento com a organização criminosa Ndragueta. Ele intermediou a venda ilegal de armas e participou de negociações com a máfia. A informação é do jornal Gazzetta Dello Sport’. Iaquinta disputou as Copas de 2006 e 2010. Sagrou-se campeão no Mundial da Alemanha.

Bola sete. “Muitas coisas antigas são modernas, e muitas coisas atuais estão ultrapassadas. Como diz um tango, ‘o tempo não passa, nós é que passamos'” (do pequeno grande Tostão, na ‘Folha’ – bingo).

Dúvida pertinente. O ‘professor’ Tite acertou na fila de espera (12 jogadores) da amarelinha desbotada?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s