Palmeiras detona Bahêa em 45 minutos e pula para o terceiro lugar; Borja se manda

Palmeiras liquida o Bahêa no primeiro tempo

Os periquitos em revista precisaram de apenas 45 minutos para queimar o acarajé e fazer a festa na mansão Allianz Parque (26.351 pagantes/R$ 1.517.906). Com gols de Willian, Antônio Carlos e Borja, derrotaram o Bahêa por 3 a 0 e pularam para a terceira posição, com 11 pontos, após seis jornadas do Brasileirão.

O Galo lidera o campeonato com 13, após derrotar os reservas da Raposa por 1 a 0. O Flamengo, que empatou com o Vasco em 1 a 1, está em segundo, com 11 – supera o Palmeiras no saldo de gols, 6 a 5. O Bahêa continua com cinco e abre a zona do agrião queimado.

O duelo contra os baianos marcou a despedida de Borja numa semana incrível. Depois de marcar os três gols da vitória por 3 a 1 sobre o Junior Barranquilla, pela Libertadores, o colombiano carimbou o coirmão de Salvador e ainda deu uma assistência.

Após assinalar o terceiro tento palmeirense nos embalos de sábado à noite do Brasileirão, Borja jogou a camisa para a torcida, que devolveu o enxoval minutos depois.

O atacante recebeu o cartão amarelo e está suspenso, mas já na enfrentaria o Sport, no próximo fim de semana, porque se apresentará à seleção da Colômbia na preparação da Copa do Mundo.

A equipe paulista começou em ritmo de Fórmula 1 e abriu o placar aos 2 minutos: Keno lançou Borja, que foi à linha de fundo e rolou para Willian fazer a festa. O Palestra manteve o ritmo, explorando muito bem o lado esquerdo, e aumentou aos 32: Marcos Rocha tocou para Antônio Carlos estufar a rede do goleiro Douglas.

Aos 41, Borja fechou o caixão do Bahêa. Lucas Lima deu ótimo passe ao centroavante dentro da área. O colombiano chutou de primeira e pimba na caxirola: 3 a 0. Inês era morta.

No segundo tempo, o Palmeiras cozinhou o time baiano em banho-maria. Controlou as ações e só não marcou mais gols porque se acomodou na vantagem. Dominado, o Bahêa ainda perdeu o goleiro Douglas, lesionado. Entrou Anderson.

Com os três pontos garantidos, o ‘professor’ Roger Machado rodou o elenco: sacou Borja, Felipe Melo e Keno, e colocou Hyoran, Thiago Santos e Guerra. Aos 29 do segundo tempo, Willian perdeu um gol incrível. Sem goleiro, mandou a bola no travessão.

                                   ############

Pitaco do Chucky. O café no bule do ‘professor’ Tite fica cada vez mais saboroso. Depois de atacar como garoto-propaganda da Samsung e do Itaú, o comandante da amarelinha desbotada deve pintar com um celular na mão.

Obrigado, Mano! O ‘professor’ Mano Menezes resolveu dar uma força ao Galo e escalou os reservas da Raposa no clássico do Independência, pela sexta rodada do Brasileirão. Mano poupou os titulares para a Libertadores (o time jogará contra o Racing) e reabilitou o coirmão, que estava pressionado por causa das eliminações  na Sul-americana e Copa do Brasil. O Galo venceu com um gol de Róger Guedes, aos 16 minutos do segundo tempo, quando a Raposa já estava com 10 (Mancuello havia sido expulso aos três). Róger Guedes marcou cinco gols nos últimos cinco jogos da equipe no Brasileirão. O duelo atraiu 15.389 torcedores (R$ 629.360).

Zé Corneta. Poupar titulares no Brasileirão é tiro e queda: nenhum time venceu com os reservas.

Zebra alemã. Com uma coça de 3 a 1 no poderoso Bayern de Munique, o Eintracht Frankfurt levantou a Copa da Alemanha. O time não faturava o caneco desde 1988. O croata Rebic (dois) e Gacinovic acabaram com a pose do Bayern no estádio de Berlim. Lewandowski descontou para o hexacampeão da Bundesliga. O jogo marcou a despedida do treinador Niko Kovac, 46 anos. Ele deixará o Eintracht para comandar o… Bayern na próxima temporada. Em Wembley, com um gol de pênalti de Hazard, o Chelsea bateu o Manchester United e conquistou a Copa da Inglaterra. Salvou a temporada.

Sugismundo Freud. Não há a menor graça em levar a vida a sério.

Fora de combate. As chances de o peruano Guerrero driblar a suspensão de 14 meses (faltam oito), imposta pelo Tribunal Arbitral do Esporte, são nulas. O diagnóstico é do médico Fernando Solera, nomeado pela mamãe Fifa a maior autoridade em antidoping do país. Com o gancho, o Flamengo deixará de pagar o salário do atacante (R$ 900 mil) até o final do contrato, em agosto.

Caiu na rede (by ‘Olé do Brasil’). Palmeiras contrata empresa de investigação para descobrir como ganhar do Corinthians.

Numerologia. Três títulos em 17 meses; 58 vitórias, 31 empates e 23 derrotas em 112 partidas (61% de aproveitamento); 142 gols a favor e 82 contra. Esses números enlouqueceram os árabes do Al-Hilal. Fecha a conta: US$ 3,5 milhões (R$ 13 milhões) por ano, livres de despesas, ao ‘professor’ Fabio Carille para deixar o Corinthians e esquentar a cabeça no deserto.

Zapping. O ‘craque’ Xico Sá, 55 anos, é o novo reforço das mesas-quadradas da ESPN. O jornalista e escritor garante que será o representante da galera no blá-blá-blá. Nada de 4-1-4-1, 4-3-2-1, 4-4-2 e outros números de telefone. Aleluia! Xico Sá deixou o SporTV para voltar a morar em São Paulo.

Gilete press. De Lauro Jardim, no ‘Globo’: “Artilheiro do Palmeiras na temporada com 14 gols em 22 jogos, Borja será o único representante do clube na Copa da Rússia — ainda que jogando pela seleção da Colômbia. O camisa 9 está em alta: 30% das camisas vendidas na rede de lojas oficiais do clube, Academia Store, são as que Borja veste. Depois de Valdivia, em 2010, é o estrangeiro que mais vende.” Quem diria!

Tititi d’Aline. Novo ‘professor’ do PSG, o alemão Thomas Tuchel é fogo na jaca queimada. O treinador colecionou vários desafetos quando comandou o Borussia Dortmund por duas temporadas (67 vitórias em 107 jogos). É do tipo linha-dura. Adora cortar o brilho das estrelas.

Você sabia que… a Premier League fechou a temporada 2017/18 com a média de 38.269 torcedores por partida e total de 14.542.047 espectadores?

Bola de ouro. Filipinho. O brasileiro faturou pela segunda vez a etapa do Rio do Mundial de surfe. Filipe Toledo também fez a festa em 2015. Com a vitória sobre o australiano Wade Carmichael em Saquarema, Filipinho pulou para o segundo lugar na classificação do campeonato, com 18.075 pontos. Julian Wilson, da Austrália, lidera com 19.415. O brasileiro Ítalo Ferreira ocupa o terceiro lugar, com 14.995 pontos, 835 à frente do compatriota Gabriel Medina.

Bola de latão. Flamengo/Vasco. O clássico carioca terminou em grande estilo: 1 a 1 no placar e quatro expulsões (Cuellar, Rhodolfo, Breno e Riascos). O público (32.536 pagantes) merecia mais respeito.

Bola de lixo. Futebol paraibano. Dia sim e outro também a Operação Cartola descobre falcatruas envolvendo o esporte bretão na Paraíba. A corrupção vai de resultados acertados fora de campo a adulteração de súmulas. O Botafogo é um dos clubes mais envolvidos no mar de lama.

Bola sete. “Ficamos tristes com a eliminação da Copa do Brasil, era algo que não esperávamos, mas o negócio é levantar a cabeça, pois temos o Campeonato Brasileiro pela frente. Agora é arrancar até a parada da Copa, para poder brigar sempre lá na frente” (do artilheiro Róger Guedes, cinco gols, após a vitória do Galo sobre os reservas da Raposa – a conferir).

Dúvida pertinente. O Palmeiras voltou a pegar no breu?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s