Milagres de Jailson garantem a vantagem do Palmeiras na briga com o Peixe

Resultado de imagem para fotos santos 0 x 1 palmeiras ficha técnica gazeta esportiva
Palmeiras festeja o gol de Willian no início da partida contra o Peixe

Clássico é clássico, e vice-versa. Nada mais perfeito: o superfavorito Palmeiras derrotou a zebra santista por 1 a 0, na abertura das semifinais do Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago. Willian marcou o gol da vitória.

No segundo jogo, o Palestra, com o apoito da galera, necessita apenas de um empate para ir à decisão. O Santos tem de vencer no mínimo por um gol de vantagem para levar a disputa aos pênaltis. O confronto será novamente no próprio da municipalidade – o Allianz Parque receberá um show.

O goleiro Jailson foi o grande nome do jogo, operando pelo menos quatro ótimas defesas, uma delas no final do primeiro tempo, em cabeçada de Renato. Um milagre! Ele pôde jogar graças a um efeito suspensivo (terá de cumprir um jogo de gancho).

O placar do clássico agora aponta 135 vitórias palmeirenses e 103 santistas em 322 duelos. Ambos já venceram 22 campeonatos estaduais.

Sem inspiração no meio de campo e com uma defesa titubeante, além de um ataque muito estático, o Peixe foi facilmente fisgado pelo Palmeiras no começo da partida. Os periquitos em revista souberam se impor com bom toque de bola e estocadas pelas laterais, com Keno e Dudu.

A equipe palmeirense precisou de apenas 12 minutos para traduzir em gol a superioridade em campo. Keno arrancou pela esquerda e passou para Bruno Henrique, que tocou a Dudu na direita. O ponta dominou e cruzou para Willian, sozinho, mandar para a rede.

O Santos sentiu o golpe. Nervoso, insistiu na ligação direta defesa-ataque, sem sucesso. O Palestra poderia ter nocauteado o coirmão, só que optou por deitar na vantagem e por pouco não tomou o empate na bacia das almas.

Aos 43, Thiago Martins falhou feio e Gabigol perdeu ótima chance cara a cara com Jailson, que mandou para escanteio. Após a cobrança de Daniel Guedes, Renato acertou bela cabeçada e o goleiro palmeirense operou um milagre. Depois do jogo, Jailson confessou ter sido a grande defesa da partida.

As equipes voltaram para o segundo tempo sem modificações. E mais ambiciosas, procurando o ataque. Aos 3, Vitor Luis recebeu na esquerda, invadiu a área e finalizou. Vanderlei defendeu. Na sequência, Marcos Rocha sentiu uma lesão e foi substituído por Tchê Tchê.

Aos 6, Arthur Gomes desceu pela esquerda, cruzou e Jailson defendeu. Gabigol pegou o rebote, mas concluiu mal.

Bem mais vibrante do que no primeiro tempo, o Santos adotou a velocidade como arma e complicou a vida dos palmeirenses. Aos 19, não soube aproveitar um salseiro na área do Palestra.

Pouco depois, mudança no Peixe: saiu Diogo Victor (fraquíssimo) e entrou Rodrygo. Que incendiou o jogo, superando constantemente a marcação de Tchê Tchê. Aos 22, Bruno Henrique deu o lugar a Moisés. Três minutos depois, outra troca: Felipe Melo por Thiago Santos.

O Peixe aumentou a pressão e, aos 30, mais uma grande defesa de Jailson, em arremate de Gabigol. Com Jean Motta no posto de Arthur Gomes e Vitor Bueno no de Renato, o time santista tomou conta da partida, aproveitando o cansaço do Palmeiras.

Aos 37, Gabigol fez boa jogada pela direita e cruzou. Vitor Bueno cabeceou e Jailson, a grande estrela da partida, apareceu novamente. Dai para frente, o Palmeiras tratou de segurar o triunfo. Que lhe proporciona excelente situação no segundo embate, terça-feira, novamente no Pacaembu, porém agora com a torcida a favor: só necessita de um empate para chegar à decisão

                                              ############

Pitaco do Chucky. STF – Somos Todos Fantoches.

Escândalo. Em entrevista à rádio ‘Difusora Mais’, de Paranaguá, o presidente do Rio Branco, Leandro Ribeiro, denunciou o jogador Thiaguinho, do próprio clube, de tentar comprar companheiros para entregar jogos do Paranaensezinho. De acordo com o cartola, ele teria oferecido R$ 5 mil a alguns atletas antes da partida contra o Londrina, pela última jornada da Taça Caio Júnior. A safadeza foi comunicada por um jogador a um dirigente. Ao saber que o Rio Branco havia tomado conhecimento do esquema, Thiaguinho teria pedido desculpas ao grupo no Whatsapp.

Escândalo 2. No segundo turno do campeonato, o Rio Branco virou saco de pancadas e chegou a perder de 7 a 1 do Furacão. O clube enfrenta problemas financeiros e os jogadores até ameaçaram entrar em greve antes do embate com o Londrina. Só toparam viajar após receberem dezembro e janeiro.

Zé Corneta. O Palmeiras sobra no futebol brasileiro, mas não tem nenhum jogador na amarelinha desbotada. Não precisa explicar ‘professor’ Tite, a vovó Mafalda só queria entender.

Zapping. O amistoso entre Brasil e Rússia rendeu 19 pontos de audiência à plim plim na grande Pauliceia refém da bandidagem. O jogo chegou a picos de 21 pontos, com 41% de share (TVs ligadas). Na semana passada, exibindo ‘Globo Esporte’, ‘Jornal Hoje’ e ‘Vídeo Show’ na mesma faixa de horário, a emissora somou apenas 11 pontos. A Vênus Platinada acredita que o ibope de Brasil x Alemanha será bem mais suculento. Cada ponto em SP equivale a 71,8 mil domicílios sintonizados.

Sugismundo Freud. Só trem não muda de caminho.

Corrida francesa. Onze de cada 10 torcedores do Paris Saint-Germain defendem a saída do ‘professor’ espanhol Unai Emery depois da temporada – se chegar até lá. A galera está pouco se lixando para a conquista do Campeonato Francês ou outros torneios. Queria mesmo era a Champions. Antonio Conte (Chelsea), Luis Enrique (sem clube), Mauricio Pocchetino (Tottenham), Massimiliano Allegri (Juventus) e Tite (amarelinha desbotada) encabeçam a lista de candidatos. O brasileiro tem um importante aliado, o atacante Neymar. Que certamente deixaria de pensar no Real Madrid se Tite assumisse o comando da equipe depois da Copa da Rússia. Pequeno problema: Tite não fala francês, só ‘titês’.

Caiu na rede. Kazim, mais rejeitado no Corinthians do que a Patrícia do BBB.

Gilete press. De Cosme Rímoli, no ‘R7’: “Tornar o Palmeiras o clube brasileiro mais conhecido no Exterior nos próximos três anos. Esse foi o desafio que fez Mauricio Galiotte dispensar a Adidas, depois de 12 anos como fornecedora do clube. E assinar com a Puma um contrato de 2019 a 2022. Financeiramente, a empresa pagará R$ 25 milhões por ano, R$ 5 milhões a mais do que a Adidas. Só que oferecerá porcentagem muito maior nos uniformes do Palmeiras que forem vendidos. A previsão é que, no mínimo, chegará a R$ 30 milhões.” Avanti Palestra.

Tititi d’Aline. O imperador Adriano, 35 anos, deu um breque no desejo de voltar ao esporte bretão e se mandou com a mãe, Rosilda, para a Itália a fim de curtir o ‘dolce far niente’. De cara, foi devorar uma ‘pasta’ com o amigo Massaro, ex-jogador da Azzurra. Depois, balançou o esqueleto numa boate, muito bem acompanhado.

Você sabia que… o soberano São Paulo não derrota o Corinthians num jogo eliminatório desde 1º de maio de 2002, quando venceu por 2 a 1 na semifinal da Copa do Brasil, acumulando oito derrotas e quatro empates nas últimas 12 partidas?

Bola de ouro. Figurinhas. O Museu do Futebol decidiu entrar na febre das figurinhas da Copa e vai promover um encontro de colecionadores no Pacaembu. A reunião acontecerá em 31 de março e 1º de abril. Além de trocar cromos, o participante poderá conhecer álbuns históricos que foram digitalizados pelo museu.

Bola de latão. Toninho Fernandes. O ínclito presidente da Confederação Brasileira de Atletismo tirou férias, até 20 de abril, às vésperas da assembleia geral anual. A CBAt está mergulhada numa série de denúncias, entre as quais a de que teria emitido notas frias de mais de meio milhão de reais em 2014. Toninho Fernandes não deve voltar mais ao trono. O vice Warlindo Carneiro assumirá o cargo.

Bola de lixo. Carlos Fernandes. O ex-mandachuva e raios da Confederação Brasileira de Taekwondo foi condenado a seis anos e quatro meses de prisão, em regime semiaberto, por crime de estelionato e fraude à licitação. Fernandes, afastado do cargo desde 2016, poderá recorrer em liberdade. De acordo com a 2ª Vara Federal Criminal do Rio, o cartola apresentou orçamento falso para justificar um contrato milionário com a empresa SB Marketing.

Bola sete. “Já passou da hora de ganhar o primeiro clássico neste ano. Isso deixa a gente incomodado” (do são-paulino Jucilei, sobre as derrotas para o Peixe, Palmeiras e Corinthians – a conferir no Morumbi).

Dúvida pertinente. O São Paulo já gastou os créditos que tinha com a torcida?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

 

Anúncios

Um comentário sobre “Milagres de Jailson garantem a vantagem do Palmeiras na briga com o Peixe”

  1. “O Palmeiras sobra no futebol brasileiro, mas não tem nenhum jogador na amarelinha desbotada. Não precisa explicar ‘professor’ Tite, a vovó Mafalda só queria entender”. Não dá ideia não!!! 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s