Bragantino corre atrás de bitcoins para poder sobreviver na elite do Paulistinha

Imagem relacionada

O bitcoin chegou à pátria das chuteiras furadas. O pontapé inicial foi dado pelo Bragantino, de volta ao Paulistinha, a pré-temporada com ingresso pago, depois de disputar dois anos a segundona.

De pires na mão, a equipe de Bragança Paulista corre atrás de recursos para montar um elenco capaz de evitar novo rebaixamento. Topa qualquer ajuda, inclusive receber bitcoins de empresas interessadas em carimbar o enxoval do time. A criptomoeda está cotada em R$ 52 mil.

‘Venha estampar a sua marca na camisa do Bragantino. Aos seus 90 anos, inovando: aceitamos agora bitcoins! O Massa Bruta muito + moderno’, diz a campanha do Braga. Que esta ‘antenado’ no futuro, no público mais novo. “O Real Madrid já vende ingressos (para fazer tour no Santiago Bernabeu) por criptomoeda. É uma tendência”, afirmou o vice-presidente Luiz Arthur Abi Chedid ao ‘Globo.com’.

O bitcoin é uma moeda digital que teve valorização fantástica (e controvérsia) em 2017. As transações são feitas por meio da internet. É um arquivo digital que existe online e funciona como moeda alternativa, segundo a ‘BBC’. O bitcoin não é impresso por governos ou bancos tradicionais, mas criado por um processo computacional conhecido como ‘mining’ (mineração).

As moedas e as transações ficam registradas na internet – em um espaço conhecido como ‘blockchain’, uma espécie de banco de dados descentralizado que usa criptografia para registrar os negócios. Assim, os arquivos não podem ser copiados ou fraudados. Não há como rastrear as transações.

O mercado estima que existem mais de 16,5 milhões de bitcoins em circulação, e 3,5 mil são criados diariamente. O preço é determinado pela demanda. Ou seja, é um mercado de risco, especulativo. Não se pode pagar impostos nem quitar dívidas.

O Bragantino está no grupo A do Paulistinha, ao lado de Corinthians, Ituano e Linense. O campeonato começará no dia 17. As finais acontecerão em 1º e 8 de abril.

                                              ############

Pitaco do Chucky. Prefeitura de São Paulo: trabalho, trabalho, trabalho. Trumpinho da Pauliceia: viagem, viagem, viagem.

Pinóquio peruano. O meio-campista Cueva deu um belo drible da vaca na cartolagem do soberano São Paulo. O baixinho informou que iria se reapresentar com alguns dias de atraso porque teria de cumprir compromissos comerciais com a seleção do Peru. Bingo: o jornal ‘El Bocón’, o mais popular do país, flagrou o atleta do Tricolor numa pelada de amigos em Los Pinos, distrito de La Esperanza, situado na província de Trujillo, onde nasceu. Cueva jogou contra a equipe de seu irmão. O jogador também apareceu num vídeo curtindo um show na cidade. Cueva aterrissou no CT somente nesta terça, após realizar ‘ações publicitárias’ para a Copa. Perdeu seis dias de pré-temporada. O diretor executivo Raí e o coordenador Ricardo Rocha ficaram irritados com o peruano. Que pode receber apenas um puxão de orelha ou multa.

Zé Corneta. Bellucci é tão indispensável ao tênis brasileiro que cumpriu quatro meses de gancho por doping e ninguém sentiu falta.

Gato por lebre. Os organizadores do torneio da Flórida estão pouco se lixando para a seriedade da competição. Pelo menos é o que se pode concluir ao tomar conhecimento do cartaz de divulgação do campeonato. Nenhum dos três garotos-propaganda estará em campo: Jô, Fred e Scarpa. Campeão brasileiro pelo Corinthians, Jô se mandou para o Nagoya Grampus, do Japão. Fred trocou o Galo pela Raposa. E Scarpa trava uma batalha judicial contra o Fluminense. Além dos três times brasileiros, participam do torneio: Atlético Nacional, Barcelona de Guayaquil, Legia Varsóvia, PSV Eindhoven e Rangers. A briga pelo caneco começa nesta quarta, às 22 horas, com Corinthians x PSV.

Sugismundo Freud. Para julgar alguém basta observar seus amigos.

Pindaíba santista. José Carlos Peres só sentou no trono do aquário da Vila Belmiro depois da virada de ano, mas começou a trabalhar antes com uma visita ao banco. O novo presidente pediu um empréstimo de R$ 5 milhões para pagar a segunda parcela do 13º salário, parte da reluzente herança deixada por Modesto Roma Júnior. Agora, Peres vai ter que se virar nos 30 para acertar direitos de arena e premiações, além de processos na Justiça do Trabalho.

Zapping. O ex-zagueiro William Machado decidiu trocar o microfone do SporTV pelos bastidores da bola: é o novo gerente de futebol do Peixe.

Golpe sujo. O canoísta japonês Yasushiro Suzuki entrou para a história pela porta dos fundos. Ele pegou um gancho de oito anos por ter provocado o doping no compatriota Seiji Komatsu durante o Campeonato Nacional, em setembro de 2017. O maquiavélico Suzuki colocou esteroides com anabolizantes numa bebida de Komatsu, complicando a vida do rival, flagrado no teste realizado dias depois. O objetivo era facilitar sua classificação para os Jogos de Tóquio, em 2020. A federação japonesa abriu investigação após Komatsu jurar inocência. Suzuki confessou a trama ao longo da apuração.

Gilete press. Do site ‘Você sabia?’, sobre o casal BruMar: “Segundo pesquisa do Instituto Mercado Popular, Neymar tem média de 0,8 gols por jogo quando está com Bruna Marquezine. Já na época em que estiveram separados, a média caiu para 0,5. Alô @brumarquezine, saiba que você é peça importante pro hexa.” O atacante curtiu a postagem: “Peça importantíssima, Bruna Marquezine.” Que venha a Copa!

Caiu na rede. Calma, Fiel! O Corinthians perdeu Jô, Arana e Pablo, mas os juízes e os bandeirinhas continuam.

Tititi d’Aline. O ex-piloto de Fórmula 1 Luciano Burti, 42 anos, e a apresentadora global Monalisa Perrone, 48, trocam figurinhas desde o final de 2016. O segredo foi desvendado pelo colunista Ricardo Feltrin, do ‘Uol’. Tanto Monalisa quanto Burti já foram casados; ela, com o empresário Paulo Gaba Júnior (com quem teve um filho), e ele com Daniela Norbert. O casal decidiu assumir publicamente o romance nas festas de fim de ano.

Você sabia que… o soberano São Paulo já jogou quatro vezes contra o Rosário Central, adversário da Sul-americana, acumulando dois triunfos e duas derrotas?

Bola de ouro. Flamengo. Agiu rápido e colocou Paulo César Carpegiani como ‘professor’, em substituição ao colombiano Reinaldo Rueda (não deixará saudade). Carpegiani tirou o Bahêa do sufoco no último Brasileirão. Em 1981/82, comandou o Rubro-negro nas conquistas da Libertadores, Carioquinha, Mundial e Brasileirão.

Bola de latão. Ganso. Se aparecer um clube interessado, o Sevilla não fará força para mantê-lo. O brasileiro está fora dos planos do ‘professor’ Vincenzo Montella, de acordo com o jornal ‘Marca’. Ganso tem contrato até junho de 2021 e belisca 2 milhões de euros (R$ 7,7 milhões) por ano, livres de impostos.

Bola de lixo. Vasco. Perdeu o zagueiro Anderson Martins, um dos raros destaques do time, por calote. O clube não pagou o salário de novembro, além do 13º, férias e direitos de imagem (desde julho, quando retornou ao Vasco).

Bola sete. “Jornalista é peixinho de aquário: colorido e faz gracinhas. O escritor é peixe de mar profundo. O sol não entra, mas ele tem o oceano todo” (do mestre Carlos Heitor Cony – 1926/2018).

Dúvida pertinente. É Gabigol ou Gabimala?

O que você achou? jr.malia@bol.com.br

Anúncios

3 comentários em “Bragantino corre atrás de bitcoins para poder sobreviver na elite do Paulistinha”

  1. Malia, parabéns pelo ótimo texto. Sobre os tópicos, é fato de que Cueva quer deixar o SPFC, mas não há clubes interessados em pagar o que o clube pede. E faz tempo que ele força a barra pra ser transferido (o que indica que ele, por sua vez, não tem qualquer senso de profissionalismo para com quem lhe paga um bom salário por mês). O novo presidente do Santos diz que vai ter que fazer malabarismo pra conseguir melhorar a situação financeira do clube, mas está procurando empresas interessadas em pagar R$ 1 milhão por mês pra pagar salários para o “craque” Gabriel Barbosa (“mala” é elogio), que não é tão querido assim pela torcida santista igual muitos pensam. Se ele vier mesmo pro Santos com esse salário, Jair Ventura vai precisar ter muito jogo de cintura pra administrar possíveis crises de vestiário que, certamente, deverão tumultuar ainda mais o ambiente no Santos…

    Curtir

    1. Caro amigo

      Obrigado por prestigiar a coluna. E desculpe o atraso na resposta

      Sem dúvida, Cueva está louquinho para se mandar, o que deve acontecer depoisvdavCopa.

      Já o dindim para Gabigol, é simplesmente inconcebível. Depois, a cartolagem reclama das dívidas

      Abraços

      José Roberto Malia

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s